Governo libera uso de equipamentos 5G da Huawei no Brasil

Brasil não irá restringir equipamentos 5G da Huawei por questões de segurança, como fez o governo dos Estados Unidos

Lucas Braga
Por

Enquanto os Estados Unidos tentam barrar os equipamentos da Huawei a qualquer custo, o governo brasileiro decidiu não limitar a presença da fornecedora para a construção de redes 5G no país. O edital do leilão não prevê nenhuma restrição a fabricantes, mas um veto poderia ser incluído nos parâmetros técnicos pelo gabinete de segurança nacional.

Huawei

Segundo a Folha, um documento divulgado pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) não prevê restrições a fornecedores das operadoras que concorrem ao leilão de frequências. Dessa forma, tanto Huawei como qualquer outra fabricante de equipamentos podem participar da construção de infraestrutura 5G no Brasil.

O texto ainda aponta que operadoras e fornecedoras terão de se responsabilizar cível e criminalmente em caso de vazamentos de dados detectados. Serão exigidos mecanismos de segurança de rede por camadas e interoperabilidade entre as empresas em caso de problemas técnicos.

Huawei e governo dos EUA trocam acusações

A Huawei é fortemente acusada pelo governo dos EUA de que seus equipamentos são inseguros, contendo backdoors que coletam informações que comprometem a segurança nacional. A empresa nega; ela está processando o governo de Trump, dizendo que a proibição no país é ilegal.

No Brasil, a Huawei fornece equipamentos de rede e infraestrutura para todas as grandes operadoras, tanto para serviços fixos como móveis. A empresa recomeçou em 2019 a venda de smartphones e acessórios após um hiato sem presença no país, e agora enfrenta dificuldades para lançar novos modelos por conta da ausência de serviços do Google e da loja Play Store.

Relacionados

Relacionados