iPad de 8ª geração com Apple A12 é homologado na Anatel

Anatel homologa iPad 8 nas versões Wi-Fi e Wi-Fi + Cellular (4G); tablet chegará ao Brasil por preços a partir de R$ 3.999

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos

A Anatel homologou o iPad de 8ª geração nas versões Wi-Fi e Wi-Fi + Cellular: ele mantém o design que a Apple vem usando por anos, com Touch ID no botão Home, mas vem com processador A12 mais rápido. O tablet chegará ao Brasil por preços a partir de R$ 3.999, mas ainda não há uma data definida.

Apple iPad de 8ª geração

Os documentos de homologação do iPad 8 com Wi-Fi (A2270) e com 4G (A2429) dizem que ambos os modelos são fabricados na China pela Compal e pela Hongfujin; a montagem não é feita no Brasil, ao contrário do iPhone 11 e do novo iPhone SE.

O iPad de 8ª geração chegará ao Brasil mais caro que seu antecessor; o modelo de 2019 foi lançado por R$ 3.499. O mesmo ocorrerá com o novo iPad Air, já homologado pela Anatel na versão Wi-Fi: ele começa em R$ 6.999, contra os R$ 5.099 da geração anterior. Esse aumento também afetou acessórios para tablet e o Apple Watch.

iPad 8 é 40% mais rápido, diz Apple

O destaque do iPad 2020 é o processador A12 Bionic, com CPU até 40% mais rápida que o A10 Fusion presente na geração passada. A Apple também promete o dobro de desempenho gráfico. E temos o Neural Engine, dedicado a recursos de IA e aprendizado de máquina, disponível pela primeira vez no iPad mais simples.

O novo tablet possui tela de 10,2 polegadas, conector Lightning, pinos magnéticos para o Smart Keyboard e entrada para fone de ouvido. Ele traz suporte ao Apple Pencil de primeira geração, que precisa ser adquirido de forma separada; o acessório passou a custar R$ 1.199 no Brasil (antes R$ 899).

Colaborou: Everton Favretto.

Felipe Ventura

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados

Relacionados