Novo iPhone SE: homologação da Anatel confirma montagem no Brasil

Apple iPhone SE de 2020 foi homologado pela Anatel; documentos mencionam fábrica da Foxconn em Jundiaí (SP)

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Apple iPhone SE - indústria brasileira

O novo Apple iPhone SE foi homologado pela Anatel para venda no Brasil: um dos documentos de certificação menciona as fábricas em que o celular será montado, e uma delas é a unidade da Foxconn em Jundiaí (SP), confirmando a forte suspeita de que ele terá fabricação nacional.

A homologação foi descoberta por Everton Favretto, do Plantão Anatel. A Apple vai vender no Brasil o modelo A2296, que possui suporte a todas as frequências 4G usadas no país. Enquanto isso, EUA e Canadá terão a variante A2275, que não se conecta à frequência de 700 MHz.

Como nota Filipe Espósito, do iHelpBR, um dos documentos de homologação menciona a fábrica da Foxconn em Jundiaí (SP), além de várias outras unidades fabris na China. É mais outro indício de que o novo iPhone SE será montado no Brasil: a Apple deixou imagens do aparelho com o texto “Indústria brasileira” em seu site.

iPhone SE na Anatel

O iPhone SE de 2ª geração custará entre R$ 3.699 e R$ 4.499 quando chegar por aqui. Nos EUA, ele começa em US$ 399; a Apple usa uma taxa de conversão de aproximadamente R$ 9,30/US$.

iPhone XR também é montado no Brasil

Vale notar que os documentos de homologação para outros celulares, como o iPhone 11 Pro e iPhone XS Max, não mencionam a fábrica brasileira da Foxconn, já que eles não são montados por aqui.

Por sua vez, os documentos do iPhone XR na Anatel foram atualizados há um tempo para incluir a unidade da Foxconn em Jundiaí; o aparelho passou a ser montado no Brasil.

iPhone XR na Anatel

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados