Início / Notícias / Negócios /

CEO do Facebook quis “causar dor” à Apple em disputa sobre privacidade

Declaração de Mark Zuckerberg ocorreu após Tim Cook criticar Facebook no escândalo Cambridge Analytica

Victor Hugo Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A disputa entre Facebook e Apple se intensificou com o novo recurso de privacidade no iOS 14. Porém, as empresas travam há anos uma batalha, que envolve não só o rastreamento de usuários, mas também seus modelos de negócios. Em um dos momentos mais críticos, Mark Zuckerberg afirmou que era preciso “causar dor” à concorrente.

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook (Imagem: Anthony Quintano/Flickr)

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook (Imagem: Anthony Quintano/Flickr)

Segundo o Wall Street Journal, a declaração foi feita após uma entrevista em que Tim Cook comenta sobre o escândalo Cambridge Analytica. À MSNBC, o CEO da Apple criticou o modelo de negócios do Facebook. Questionado sobre o que faria se estivesse no lugar do CEO e fundador do Facebook, Cook afirmou: “Eu não estaria nesta situação”.

Publicamente, Zuckerberg alegou que a fala de Cook foi “extremamente superficial” e “nada alinhada com a verdade”. No entanto, fontes do WSJ ligadas ao Facebook afirmaram que, internamente, o executivo teve uma postura mais combativa e com tom de revanche pela forma como a sua empresa havia sido tratada.

Mudança no iOS 14 acirra disputa

O conflito entre as companhia ficou marcado por vários episódios. Em 2018, a Apple usou o Facebook como exemplo ao apresentar um recurso que permitia limitar a coleta de dados no Safari. A dona do iOS também pressionou pela retirada do Onavo da App Store e suspendeu temporariamente os certificados do Facebook em seu sistema por violações às regras.

Em 2020, a Apple informou que o iOS 14 contaria com recurso de privacidade que impede aplicativos de rastrearem a atividade em outros apps e sites sem a permissão dos usuários. A mudança, que ainda não entrou em vigor, obriga serviços como o Facebook a exibirem uma janela para pedir que usuários autorizem o rastreamento.

A regra deve fazer muitos usuários restringirem a coleta de dados por aplicativos e levou ao estado atual da briga das duas companhias. Para Zuckerberg, a Apple abusa de sua posição dominante enquanto dona da plataforma para prejudicar aplicativos. Cook, por sua vez, critica o Facebook sem citá-lo e afirma que algoritmos estão ajudando a alimentar teorias da conspiração.

Tim Cook, CEO da Apple

Tim Cook, CEO da Apple