Mark Zuckerberg

Sobre

Mark Zuckerberg é um programador e empresário norte-americano nascido em 1984. Em 2004 fundou o Facebook juntamente com seus colegas de classe da Universidade Harvard. Em 2011, aos 27 anos de idade, seu patrimônio foi estimado em US$ 17,5 bilhões. Em sua vida estudantil, Zuckerberg ganhou prêmios em matérias como arte, matemática, física e astronomia, além de ter aprendido a ler e escrever francês, hebraico, latim e grego.

Artigos de Mark Zuckerberg

Facebook, Google e Twitter se defendem em audiência no Senado dos EUA

às 18h46 por

O Comitê de Comércio do Senado dos Estados Unidos realizou nesta quarta-feira (28) uma audiência com os CEOs de Facebook, Google e Twitter. A sessão foi convocada para tratar da Seção 230, um trecho do Communications Decency Act que isenta as plataformas de responsabilidade sobre o conteúdo publicado por usuários. A lei é alvo de críticas por alguns parlamentares, que defendem mudanças, mas foi defendida pelos executivos. Apple é notificada pelo Procon-SP por iPhones se

Zuckerberg diz que proibição ao TikTok pode criar precedente ruim

às 15h04 por

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, se manifestou sobre a ordem executiva que proíbe empresas americanas de manterem negócios com ByteDance e Tencent, donas de TikTok e WeChat, respectivamente. Segundo o BuzzFeed News, o executivo afirmou em reunião com funcionários que a decisão pode criar um precedente ruim em outros países.

Apps do Facebook chegam a 3 bilhões de usuários ativos pela 1ª vez

às 10h57 por

O Facebook divulgou os seus resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre de 2020. Os números mostram que a companhia obteve no período receita de US$ 17,74 bilhões e lucro líquido de US$ 4,9 bilhões. Mas o detalhe que mais chamou as atenções é a informação de que, pela primeira vez, os serviços do Facebook alcançaram 3 bilhões de usuários ativos por mês.

Facebook cancela conferências e eventos até junho de 2021

às 17h11 por

Mark Zuckerberg anunciou nesta quinta-feira (16) que o Facebook não realizará conferências nem outros eventos com mais de 50 pessoas até junho de 2021, como consequência da pandemia do novo coronavírus. Além disso, o CEO estendeu o período de home office até o mês que vem para ajudar a conter a COVID-19. Facebook abandona plano original da criptomoeda Libra e anuncia mudanças

WhatsApp dobra capacidade de servidores por pico de chamadas de voz

às 10h21 por

Em conferência realizada na quarta-feira (18) para explicar os planos do Facebook no combate ao novo coronavírus (Covid-19), Mark Zuckerberg falou rapidamente sobre medidas adotadas em outro serviço da companhia: o WhatsApp teve a capacidade de seus servidores dobrada recentemente. Válvula impressa em 3D ajuda pacientes que precisavam de respirador

Facebook dará US$ 1.000 extras a funcionários por crise do coronavírus

às 15h23 por

Depois de anunciar uma doação de até US$ 20 milhões para auxiliar no combate ao novo coronavírus, o Facebook decidiu olhar para dentro de casa: está nos planos da companhia oferecer um bônus de US$ 1.000 a cada um de seus funcionários para ajudá-los a lidar com a pandemia. Como limpar o celular em tempos do novo coronavírus [COVID-19]

Zuckerberg promete não fazer mais promessas de Ano Novo

às 14h29 por

Uma das tradições de Mark Zuckerberg no começo de cada ano é anunciar metas para próximos meses. Em 2018, ele prometeu corrigir problemas do Facebook e, em 2019, voltou a apresentar objetivos nesse sentido. Agora, ele parece ter desistido. Facebook permitirá ocultar anúncios políticos após libera

Twitter proíbe anúncios políticos e Facebook decide mantê-los

às 13h00 por

A eleição presidencial nos Estados Unidos ocorrerá apenas em novembro de 2020, mas as redes sociais já indicam como vão se posicionar. O Twitter, por exemplo, proibirá anúncios políticos de quem já está eleito, de quem só é candidato e de organizações. Facebook News terá notícias selecionadas por algoritmos e humanos WhatsApp, Facebook, Google e Twitter se unem a

Mark Zuckerberg critica China e TikTok por censura na internet

às 19h12 por

Mark Zuckerberg fez um discurso de 40 minutos nesta quinta-feira (17) na Universidade de Georgetown sobre a liberdade de expressão: o cofundador do Facebook disse que a China está construindo uma internet própria com valores bem diferentes dos EUA, e criticou a censura imposta pelo governo e seguida pelos apps locais. A rede social não atua no país, assim como o Instagram e o WhatsApp. Como ver uma linha do tempo do Facebook se fui bloqueado?

Em áudios vazados, Mark Zuckerberg mostra preocupação com governo

às 17h59 por

Em seus depoimentos no Congresso americano e no Parlamento Europeu em 2018, Mark Zuckeberg foi bastante enigmático e não respondeu a todas as perguntas. Agora, áudios vazados mostram uma versão mais transparente do executivo, em reunião com seus funcionários. Facebook recebeu US$ 1,6 milhão com anúncios de grupos de ód

Project Voldemort: Snapchat monta dossiê com acusações graves contra Facebook

às 15h57 por

Não é novidade para ninguém que o Snapchat perdeu bastante mercado após a ascensão do Instagram. O que ninguém esperava é que a Snap fosse montar um dossiê que, no entendimento da empresa, reúne todas as táticas desleais adotadas pelo Facebook para acabar com o serviço. Não por acaso, o documento recebeu o nome de um conhecido vilão: Project Voldemort. Mark Zuckerberg diz que não venderá WhatsApp ou Instagram

Carregar mais posts