Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta

Fones de ouvido da Meta seriam capazes de descrever objetos e fazer traduções em tempo real; Mark Zuckerberg estaria participando do projeto

Emerson Alecrim
Por
Fones de ouvido com câmeras e IA podem ser a próxima invenção da Meta (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A corrida por produtos ou serviços disruptivos às vezes leva a ideias inusitadas. É o caso da Meta, que estaria trabalhando em fones de ouvido equipados com câmeras. O objetivo? Permitir que os fones identifiquem objetos e, com auxílio da inteligência artificial, descrevam os itens ao usuário. O projeto teria codinome “Camerabuds”.

Isso nos faz pensar em uma solução para quem tem um nível importante de comprometimento visual ou não enxerga nada. Mas os Camerabuds também poderiam ser usados para tradução de idiomas em tempo real. Isso seria útil para te ajudar a ler placas ou embalagens em países cujos idiomas você não domina.

Os supostos fones de ouvido foram revelados pelo The Information, que afirma ter recebido alguns detalhes sobre o assunto de três funcionários da Meta. As identidades e cargos deles não foram divulgados.

O veículo também conta que o próprio Mark Zuckerberg estaria mostrando grande interesse pelo projeto, tendo até já revisado alguns conceitos de design do dispositivo.

Mark Zuckerberg, CEO CEO da Meta (Imagem: Anthony Quintano/Flickr)
Mark Zuckerberg, CEO da Meta (imagem: Anthony Quintano/Flickr)

E como seriam esses Camerabuds?

Ainda não está claro se o plano seria fazer os Camerabuds serem fones supra-auriculares ou intra-auriculares, por exemplo. Em todos os casos, há grandes desafios a serem vencidos. Entre eles estão o risco de cabelos longos obstruírem as câmeras, de superaquecimento ou de as baterias não terem autonomia satisfatória.

Além disso, é de se esperar que os fones de ouvido façam descrições de objetos ou traduções em tempo real, o que sugere que o produto precisará de uma boa conexão à internet para funcionar a contento.

São tantos os desafios que, segundo um dos funcionários, a Meta tinha expectativa de aprovar os fones já no primeiro trimestre de 2024, mas esse período já passou e não há um prazo definido para que a aprovação aconteça.

Essa pode ser uma daquelas ideias interessantes que não saem dos muros do laboratório, portanto. Mas a informação de que a Meta teria fechado uma parceria com a empresa de fones de ouvido especiais Ear Micro aumenta as chances de os fones se tornarem realidade. Pelo menos um pouco.

Receba mais sobre Meta na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados