Início / Notícias / Aplicativos e Software /

WhatsApp terá envio de imagens temporárias que somem após serem vistas

WhatsApp começou a testar o envio de imagens temporárias igual ao do Instagram Direct, mas recurso permite fazer captura de tela

Darlan Helder

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O WhatsApp lançou no ano passado o recurso de mensagens autodestrutivas que apaga conversas depois de um período em grupos e chats privados. Agora, o mensageiro do Facebook está aprimorando isso e deve disponibilizar a configuração de mensagens temporárias para imagens.

WhatsApp terá envio de imagens temporárias que somem após serem vistas (Imagem: Anton/Pexels)

WhatsApp terá envio de imagens temporárias que somem após serem vistas (Imagem: Anton/Pexels)

WhatsApp testa envio de imagens temporárias

Os screenshots do recurso em funcionamento foram divulgados pelo WABetaInfo. Nas capturas, podemos ver que o aplicativo recebeu um botão redondo ao lado da caixa de texto. É por ali que o usuário pode ativar a mensagem autodestrutiva e, após clicar nele, surge este aviso: “Esta mídia desaparecerá, assim que você sair deste bate-papo”.

 Imagens temporárias em teste no WhasApp (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Imagens temporárias em teste no WhasApp (Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Basicamente, é mesmo o conceito do Instagram Direct, que permite enviar registros e definir se o remetente pode abrir o conteúdo por várias vezes ou apenas uma vez.

A pessoa que receber a imagem ficará ciente que aquele conteúdo será excluído logo em seguida. O botão azul para ativar a imagem temporária conta com um número, portanto, muito provavelmente, o WhatsApp deve permitir que o usuário defina um tempo para que a fotografia seja excluída.

Recurso do WhatsApp ainda não bloqueia captura de tela

O site XDA-Developers, no entanto, faz uma observação importante: a plataforma não bloqueia captura de tela das imagens temporárias enviadas. Além disso, o destinatário não recebe nenhum aviso sobre printscreens feitos pelo remetente, o que acaba fazendo o recurso ser menos confiável. O WhatsApp, claro, ainda está testando a novidade, então pode ser que eles aprimorem isso antes de disponibilizar para todo mundo. Ainda não há data para o lançamento oficial.