Início / Notícias / Antivírus e Segurança /

99 usa tecnologia da Serasa para validar passageiros e aumentar segurança

Quiz Antifraude da Serasa Experian permite validar informações fornecidas por clientes em tempo real durante uso da plataforma de corridas

Ana Marques

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A falta de segurança enfrentada por motoristas de aplicativo é uma reclamação comum no setor — diversos são os relatos de condutores que foram abordados em alguma ação criminosa após aceitarem a corrida de um passageiro cadastrado nesse tipo de serviço. Entretanto, uma tecnologia da Serasa Experian pode ajudar a validar dados de passageiros, aumentando o nível de segurança em corridas da 99.

Motorista de aplicativo (Imagem: Viktor Bystrov/Unsplash)
Motorista de aplicativo (Imagem: Viktor Bystrov/Unsplash)

O Quiz Antifraude da Serasa é um questionário interativo que tem o objetivo de autenticar as informações fornecidas pelo usuário durante o uso do aplicativo. Ao verificar os dados inseridos, a plataforma é capaz de gerar um score para identificação e detecção de risco de fraude. Segundo a empresa, a 99 é primeira companhia de mobilidade urbana a usar a ferramenta.

A solução também é utilizada em outros tipos de serviços — como na abertura de contas digitais e na recuperação de senhas —, e tem resultado em tempo real.

“Antes, já solicitávamos de forma obrigatória ao passageiro o CPF ou Cartão de crédito válido antes da primeira corrida. Com essa ferramenta, adicionamos uma camada de verificação ao confirmar informações que só o dono do documento pode saber”

Thiago Hipólito, diretor de Segurança da 99.

Como funciona a validação de acesso na 99

Com a solução da Serasa, a 99 envia aleatoriamente questionários solicitando ao usuário a confirmação de informações referentes ao documento cadastrado no aplicativo. Segundo a empresa, são enviadas perguntas que apenas o verdadeiro dono do documento poderia saber com segurança, o que evita o uso por terceiros. O quiz também é acionado quando corridas são identificadas como de risco.

As perguntas podem abordar temas diversos, como:

  • Nome da mãe;
  • Data de nascimento;
  • Banco em que possui conta;
  • Vencimento de cartão de crédito.

Após responder o Quiz Antifraude, o passageiro não recebe a confirmação das informações — entretanto, caso as respostas não estejam corretas, a viagem não é iniciada.

O tratamento de dados fica por conta da Serasa, e a 99 não tem acesso às informações pessoais dos clientes. Por sua vez, a Serasa afirma estar em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e que todas as informações são protegidas por criptografia.