Amazon AWS cai e deixa Twitch, PSN, LoL e mais fora do ar nesta quarta (15)

Nova queda dos servidores da Amazon AWS derruba dezenas de serviços no mundo todo nesta quarta-feira (15), segundo relatos no Down Detector e Twitter

Murilo Tunholi
Por

A Twitch, a PlayStation Network (PSN), o League of Legends (LoL), Valorant e outros serviços online estão fora do ar nesta quarta-feira (15), por causa de uma nova pane nos servidores da Amazon Web Services (AWS). A instabilidade começou por volta das 12h15 e atingiu todos as plataformas que usam a rede da Amazon. Ainda não há previsão de retorno.

Amazon Web Services (Imagem: Tony Webster/Flickr)
Amazon Web Services (Imagem: Tony Webster/Flickr)

A página de status da AWS mostra que há problemas de conectividade nos servidores US-WEST-1 e US-WEST-2, na América do Norte. No Down Detector e no Twitter, usuários de todo o mundo estão reclamando da instabilidade, incluindo pessoas no Brasil, EUA e nos outros continentes.

Servidores da AWS também caíram na semana passada

Esta nova queda nos servidores da AWS aconteceu uma semana após a última falha. Em 7 de dezembro, o apagão na plataforma da Amazon deixou serviços como Disney+, League of Legends, Valorant e até mesmo o iFood offline.

Antes disso, uma grande falha havia acontecido em novembro de 2020, afetando serviços similares com instabilidade ou mantendo alguns deles totalmente fora do ar.

Down Detector mostra queda em dezenas de serviços

Down Detector indica instabilidade nos servidores da Amazon Web Services (Imagem: Reprodução/Down Detector)

Mesmo com site de status da AWS indicando problemas de conexão com os servidores, também vale ficar de olho na situação pelas redes sociais ou pelo Down Detector — portal que monitora a queda de vários aplicativos e jogos online.

Até o momento de publicação deste texto, o Down Detector mostra instabilidades em Twitch, PSN, LoL, Valorant, LoL: Wild Rift, Amazon, Clash Royale, Apex Legends, Crunchyroll, entre outros serviços. Ainda não sabemos quando as plataformas serão normalizadas.

Como o problema já foi identificado pela Amazon, é possível que a situação seja resolvida logo. De qualquer forma, vale a pena acompanhar as redes sociais.

Relacionados

Relacionados