Site de pirataria passa a promover Netflix e Prime Video para seguir no ar

Site de streaming pirata PrimeWire está fazendo mudanças para driblar liminar da Justiça e evitar o encerramento de todos os domínios para sempre

Murilo Tunholi
Por

Um site de pirataria de filmes está fazendo de tudo para não ser desligado pela Justiça dos EUA. Na tentativa de escapar do processo judicial movido por Netflix, Disney e outros estúdios de cinema de Hollywood, o portal PrimeWire passou a filtrar os conteúdos publicados e promover serviços legalizados em sua própria plataforma, oferecendo links oficiais de serviços de streaming.

Netflix, Amazon Prime Video, Disney+, Apple TV+ e Globoplay em TV da Samsung (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
Netflix, Amazon Prime Video, Disney+, Apple TV+ e Globoplay em TV da Samsung (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Em atividade há mais de oito anos, o PrimeWire não oferece os downloads ilegais diretamente. Em vez disso, o site funciona como um banco de dados, cujos links levam a portais que distribuem filmes piratas. É como se fosse um grande fórum onde é feita a divulgação dos arquivos.

PrimeWire está driblando liminar da Justiça

Em janeiro de 2022, nos EUA, a Motion Picture Association (MPA) — representante da Disney, Paramount, Universal, Warner, Columbia e Netflix — moveu um processo judicial, exigindo o desligamento de todos os domínios do site de pirataria. Além disso, a associação demandou que o portal fosse impedido retomar as atividades em outros endereços.

A Justiça dos EUA aceitou o pedido da MPA e concedeu uma liminar decretando o fim das atividades do PrimeWire, por violação de direitos autorais e competição desleal. Entretanto, o site de pirataria desobedeceu à ordem judicial ao transferir seus dados para outros domínios.

Não satisfeito, o site ainda driblou a liminar da Justiça com algumas mudanças temporárias em suas atividades. Para não ser desligado por completo, o portal removeu todos os links para filmes e programas de TV pirateados.

Agora, em mais uma tentativa de escapar do processo judicial, o PrimeWire começou a não só filtrar uploads, como também promover plataformas legalizadas, como a Netflix e o Prime Video. O site ainda confirmou que vai continuar oferecendo serviços que permitem registrar episódios de séries e filmes assistidos, assim como avaliar as produções com notas.

Ao buscar por The Walking Dead, por exemplo, o site mostra a sinopse da série e oferece os links diretos para Netflix, AppleTV, Prime Video, Google Play e outras plataformas oficias de streaming e venda de filmes.

Destino do PrimeWire é incerto

Apesar das mudanças, o destino do PrimeWire ainda é incerto. Não dá para saber se a Justiça dos EUA vai aceitar as ações e derrubar a liminar. Afinal, o site está em atividade há mais de oito anos. Há ainda outro problema: os representantes do portal não compareceram às audiências para se defenderem.

Do jeito que a história está se desenrolando, é provável que as grandes produtoras de Hollywood fiquem com a vitória de qualquer forma.

Com informações: Torrent Freak.

Relacionados

Relacionados