Notícias Celular

Samsung Galaxy S22 FE pode ser cancelado, e linha corre risco de chegar ao fim

Aparelhos Fan Edition, que trazem especificações potentes, acabamento mais simples e preço mais baixo, podem ser abandonados pela marca

Giovanni Santa Rosa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Galaxy S20 FE e o Galaxy S21 FE, da Samsung, são smartphones interessantes para quem quer os componentes avançados da linha Galaxy S, como processador e câmeras, mas dispensa um acabamento mais luxuoso. Porém, quem está esperando um Galaxy S22 FE pode ficar desapontado, já que existe a possibilidade de o aparelho não ser lançado.

Samsung Galaxy S21 FE (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Samsung Galaxy S21 FE (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Quem traz essas informações é o site SamMobile, especializado na marca coreana. Segundo fontes ouvidas pela reportagem, a empresa não vai lançar o Galaxy S22 FE, e é provável que não haja mais lançamentos da Fan Edition.

Como nota o 9to5Google, essa teoria faz sentido: praticamente não há indícios sobre o aparelho.

Até agora, a única informação que se tem sobre o Galaxy S22 FE é que ele pode usar chips da MediaTek — o que destoaria do propósito de compartilhar componentes com o Galaxy S22. Ano passado, neste mesmo mês, já havia vazamentos de desenhos do CAD do Galaxy S21 FE, coisa que não foi vista para o S22 FE.

Fim da Fan Edition pode fazer sentido para Samsung

O cancelamento do Galaxy S22 FE pode levar ao fim da série, que fez sua estreia em setembro de 2020. Na época, a Samsung disse que lançaria um modelo Fan Edition por ano.

O Galaxy S20 FE, primeiro modelo, tinha os principais pontos do Galaxy S20, como processador, câmeras e tela de 120 Hz por um preço bem menor.

No Brasil, ele é um dos melhores aparelhos disponíveis para quem quer qualidade de topo de linha sem gastar muito. Em maio, ele ganhou até mesmo uma versão com Snapdragon 865 e 5G.

Já o Galaxy S21 FE chegou muito tarde. Ele era esperado para 2021, mas só foi apresentado em janeiro de 2022, quase um ano depois do S21 original e pouco tempo antes do S22. Além disso, o era mais alto do que o de seu antecessor, o que o torna menos interessante.

Pensando na estratégia da Samsung, o fim da linha FE pode fazer sentido. A família Galaxy A tem modelos com especificações bastante potentes, e os modelos mais caros conseguem ocupar este lugar de “topo de linha de entrada”.

Com informações: SamMobile, 9to5Google.

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque