Notícias Negócios

Amazon supera Apple em ranking das 500 empresas que mais faturam no mundo

Gigante do e-commerce registrou uma receita maior que a da Apple, mas empresa da maçã ainda aparece nos primeiros lugares da lista

Wagner Pedro
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A revista Fortune divulgou, nesta quarta-feira (3), a lista das 500 empresas com maior receita no ano fiscal de 2021. Segundo o levantamento, a Amazon superou a Apple com certa folga, registrando a segunda posição no ranking global. A dona do iPhone, por outro lado, ficou em sétimo, mas seu lucro foi consideravelmente maior que o arrecadado pela companhia de Jeff Bezos.

Centro de distribuição da Amazon em Cajamar (SP) (Imagem: Divulgação)
Centro de distribuição da Amazon em Cajamar (SP) (Imagem: Divulgação)

O ranking mostra que, pela primeira vez desde a criação da Fortune Global 500, as gigantes chinesas ultrapassaram a receita de empresas americanas, somando 31% do faturamento total da lista.

A China (incluindo Hong Kong e Taiwan), garantiu o maior número de companhias na lista, 145. Os Estados Unidos ficaram em segundo, com 124, enquanto o Japão perdeu seis participantes quando comparado ao ano anterior, registrando um total de 47.

Pelo nono ano consecutivo e pela 17ª vez desde 1995, o Walmart conquistou o primeiro lugar da lista, com US$ 572,8 bilhões em receita, seguido pela Amazon (US$ 469,8 bilhões) e State Grid (US$ 460,6 bilhões). No quesito lucro, a situação muda e a “coroa” fica com a Saudi Aramco e seus US$ 105 bilhões, com a Apple em segundo (US$ 94 bilhões) e a Amazon apenas em décimo quarto (US$ 76 bilhões).

A gigante de Cupertino, que aparece em sétimo no ranking geral, registrou US$ 365,8 bilhões em receita, ficando atrás da China National Petroleum (US$ 411,7 bilhões), Sinopec (US$ 401,3 bilhões) e Saudi Aramco (US$ 400,4 bilhões).

EmpresaReceita
Walmart (EUA)US$ 572,8 bilhões
Amazon (EUA)US$ 469,8 bilhões
State Grid (China)US$ 460,6 bilhões
China National Petroleum (China)US$ 411,7 bilhões
Sinopec (China)US$ 401,3 bilhões
Saudi Aramco (Arábia Saudita)US$ 400,4 bilhões
Apple (EUA)US$ 365,8 bilhões
Volkswagen (Alemanha) US$ 295,8 bilhões
China State Construction Engineering (China)US$ 293,7 bilhões
CVS Health (EUA) US$ 292,1 bilhões

Caso queira conferir a lista completa, acesse o site da revista.

Empresas geraram receita espantosa

Cédulas de dólar (Imagem: Mackenzie Marco/Unsplash)
Cédulas de dólar (Imagem: Mackenzie Marco/Unsplash)

A Fortune ainda revelou que, ao todo, as 500 empresas registraram uma receita de US$ 37,8 trilhões, valor que corresponde a mais de um terço do produto interno bruto (PIB) global. Isso representa um aumento de 19% em relação ao ano anterior, marcando a maior taxa de crescimento anual nos 33 anos da lista.

Em um comunicado, Scott DeCarlo, editor da Fortune Global 500, disse: “uma recuperação das piores profundezas da pandemia criou um enorme vento favorável para as maiores empresas do mundo em receita. Vendas e lucros agregados atingiram níveis recordes no ano fiscal de 2021”.

O levantamento também mostrou que as companhias mencionadas no ranking empregam 69,6 milhões de pessoas em todo o mundo, com sede em 229 cidades e 33 países e regiões. Além disso, o número de mulheres CEOs subiu de 23 para 24.

Com informações: PrNewsWire e Fortune.

Wagner Pedro

Autor

Wagner Pedro é um paraibano “arretado” apaixonado por smartphones e cobre tecnologia desde 2017. Autodidata desde a época dos PCs de tubo, internet discada e Windows XP, buscou conhecimento em pequenos cursos de Informática e uniu essa paixão ao jornalismo. Ainda sente falta do extinto Windows Phone.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque