Notícias Demais assuntos

Marido da Gisele Bündchen arremessa (de novo) um Microsoft Surface em campo

Irritado com lance que não deu certo, Brady joga capacete e tablet no gramado; após partida, ele brinca que vai virar "meme no Twitter"

Giovanni Santa Rosa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Sabe aqueles momentos no trabalho em que tudo dá errado e a vontade é jogar seu computador pela janela? Acontece com todo mundo — até com um dos maiores atletas da história. O jogador de futebol americano Tom Brady descontou a frustração no tablet Microsoft Surface usado pela comissão técnica.

Tom Brady em partida pelo Tampa Bay Buccaneers
Tom Brady em partida pelo Tampa Bay Buccaneers (Imagem: Reprodução / Tampa Bay Buccaneers)

A cena aconteceu na noite deste domingo (18), durante a partida entre Tampa Bay Buccaneers e New Orleans Saints. Depois de um passe errado, Brady, que joga pelos Buccaneers, atirou seu capacete e um Surface da comissão técnica no gramado.

Não foi a primeira vez que o quarterback quebrou um tablet por estar bravo com o que acontecia no jogo. Em dezembro de 2021, também em uma partida contra os Saints, Brady arremessou um Surface contra o banco de reservas.

Na ocasião, ele recebeu uma advertência da NFL, a liga de futebol americano, dizendo que ele seria multado se repetisse a cena. Brady prometeu não fazer de novo, mas levou menos de um ano para outro tablet pagar o pato.

Dessa vez, o atleta já se adiantou e publicou um vídeo sobre o assunto. “Desculpa por quebrar aquele tablet. Eu acho que vou virar meme no Twitter, ou coisa do tipo”, brincou.

Tom Brady é um dos maiores jogadores da história do futebol americano. Ele foi sete vezes campeão do Super Bowl e três vezes eleito o melhor jogador da liga. No Brasil, Brady também é conhecido por ser marido da modelo Gisele Bündchen, e já mostrou que acha graça na brincadeira.

Brady não foi o único

Outros nomes notáveis na NFL já tiveram seus desentendimentos com o tablet Surface, da Microsoft.

Em 2015, o quarterback Aaron Rodgers jogou o aparelho no chão após rever um de seus lances durante o jogo entre Green Bay Packers e Carolina Panthers.

Não são só os jogadores que perdem a paciência. Em 2016, Bill Belichick, treinador do New England Patriots, também direcionou sua raiva contra um pobre Surface. Coincidentemente, quem também estava no Patriots naquele ano era Tom Brady.

O técnico, porém, teve um relacionamento mais conturbado com o tablet do que apenas aquele episódio.

Microsoft e NFL têm acordo milionário

Semanas após quebrar um aparelho, Belichick criticou o Surface por ser instável e não-confiável, dizendo que voltaria a usar papel para imprimir as fotos das jogadas e dar instruções ao time.

A Microsoft e a NFL têm um acordo desde 2014 para o uso dos tablets Surface. Eles são de propriedade da liga — os times recebem os equipamentos horas antes do jogo.

O que era para ser um marketing positivo para a marca acabou se voltando contra ela em certos momentos. Em alguns jogos, narradores chamaram o produto de “ferramenta parecida com um iPad”.

Com informações: Cnet, The Verge.

Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.