TB Responde Demais assuntos

Como funciona o sistema de impedimento semiautomático pelo VAR da Copa 2022

Entenda como funciona o VAR e seu novo recurso de impedimento semiautomático, que será implementado pela Fifa na Copa do Mundo

Alvaro Teixeira
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O VAR (“Video Assistant Referee” ou “árbitro assistente de vídeo”) ganhou um reforço que será usado na Copa do Mundo do Qatar, o impedimento semiautomático. A Fifa confirmou que irá implementar o recurso no torneio com o intuito de reduzir o tempo de análise dos lances durante os jogos e a seguir você confere como funciona a nova tecnologia.

Como funciona o VAR
Sala de operação do VAR (Imagem: Reprodução / FIFA)

O VAR foi usado pela primeira vez em uma Copa do Mundo em 2018, na Rússia. Desde então, a tecnologia já recebeu diversas críticas com relação ao tempo gasto para a tomada de decisão dos árbitros assistentes de vídeo e, pensando na solução dessa questão, a Fifa introduziu o novo recurso para auxiliar nas marcações de impedimentos.

O recurso conta com 12 câmeras de rastreamento que podem analisar a bola e até 29 pontos do corpo de cada jogador em campo, inclusive membros e extremidades, que são relevantes para analisar impedimentos. Um sensor instalado no centro da bola da Copa do Mundo, a Al Rihla, enviará dados 500 vezes por segundo para a sala de vídeo, possibilitando uma detecção mais exata do ponto de chute e o contato com a bola no momento do passe.

Como funciona o VAR
Nova tecnologia do VAR irá analisar pontos do corpo dos jogadores (Imagem: Reprodução / FIFA)

Os árbitros assistentes, na sala de operação do VAR, receberão um alerta quando todos estes dados combinados demonstrarem para a inteligência artificial que há uma possível condição de impedimento. Vale ressaltar que os auxiliares validam as informações manualmente, antes de repassarem a decisão ao árbitro de campo. Isso deve reduzir o tempo gasto na definição do impedimento para alguns segundos.

Após a decisão confirmada pelo árbitro de campo, uma animação 3D será gerada com imagens do lance de impedimento, as linhas e posição dos jogadores envolvidos, para ser exibida nos telões do estádio e na transmissão de TV. Vem mais polêmica por aí?

Como funciona o impedimento?

O impedimento é uma das regras do futebol que causa mais dificuldade de entendimento para quem não acompanha o esporte assiduamente. E também uma das que mais gera discussão nas conversas e análise sobre os jogos.

Como funciona o VAR
Impedimento detectado pelo VAR (Imagem: Reprodução / FIFA)

De uma forma geral, o jogador estará impedido quando, no momento que um passe é efetuado, qualquer parte de sua cabeça, corpo ou extremidade dos membros, como pés, estiver mais próxima da linha de meta adversária que a bola e o penúltimo adversário. Ou seja, ele só pode receber a bola quando estiver com pelo menos dois oponentes mais avançados que ele.

O jogador não estará impedido se:

  • Estiver atrás da linha da bola com relação à linha de fundo adversária, no momento do passe;
  • Receber a bola com pelo menos dois oponentes mais próximos da linha de fundo adversária;
  • Estiver na sua metade do campo no momento do passe;
  • Estiver na mesma linha que o penúltimo adversário, com relação à linha de fundo adversária;
  • Não participar da jogada ou não influenciar no ataque;

Quando um impedimento é marcado, o jogo é interrompido e a equipe adversária deverá reiniciar a partida com um tiro livre indireto.

Quando o VAR pode ser acionado?

O VAR somente irá atuar em situações específicas do jogo. São elas:

  • Gol: verificar se há impedimento na jogada, se houve infração ou penalidade, se a bola entrou no gol ou não são exemplos de atuação do VAR em caso de gol;
  • Pênalti: confirmação se o pênalti foi corretamente assinalado ou se houve impedimento antes da jogada do pênalti;
  • Cartão vermelho direto: confirmação da correta aplicação do cartão vermelho direto ou observar uma falta dura que possa ser punida com expulsão e não tenha sido observada pelo árbitro em campo;
  • Identificação de jogador: corrigir o árbitro no caso de uma punição ser aplicada a algum jogador errado;

É importante ressaltar que o árbitro de campo tem a decisão final sobre qualquer situação de jogo. O VAR é um recurso auxiliar para a arbitragem.

Quando a tecnologia do VAR chegou ao futebol, trouxe a esperança de minimizar os erros de arbitragem e trazer mais justiça aos confrontos, uma vez que os erros poderiam ser revistos e decisões analisadas com auxílio do vídeo. Entretanto, a polêmica sobre o tempo que algumas revisões levam e ainda, lances interpretativos que continuam sendo discutidos após análise, fez com que a Fifa continuasse a buscar melhorias e o impedimento semiautomático promete reduzir bastante essa demora.

Agora você já sabe como funciona o VAR e seus novos recursos. Será que ainda teremos muitas discussões e polêmicas ou o impedimento semiautomático vai ajudar, de fato?

Com informações: FIFA.

Esse conteúdo foi útil?

Alvaro Teixeira

Redator

Alvaro é formado em comércio exterior e apaixonado por tecnologia desde 2005, quando cursou matemática aplicada computacional na UFRRJ. É experiente com games, principalmente FIFA, o qual jogou profissionalmente por cinco anos. Tem afinidade com videogames, celulares, além de outros assuntos tech, e escreve no Tecnoblog desde 2020.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque