Marido da Gisele Bündchen arremessa (de novo) um Microsoft Surface em campo

Irritado com lance que não deu certo, Brady joga capacete e tablet no gramado; após partida, ele brinca que vai virar "meme no Twitter"

Giovanni Santa Rosa
Por
Tom Brady em partida pelo Tampa Bay Buccaneers

Sabe aqueles momentos no trabalho em que tudo dá errado e a vontade é jogar seu computador pela janela? Acontece com todo mundo — até com um dos maiores atletas da história. O jogador de futebol americano Tom Brady descontou a frustração no tablet Microsoft Surface usado pela comissão técnica.

A cena aconteceu na noite deste domingo (18), durante a partida entre Tampa Bay Buccaneers e New Orleans Saints. Depois de um passe errado, Brady, que joga pelos Buccaneers, atirou seu capacete e um Surface da comissão técnica no gramado.

Não foi a primeira vez que o quarterback quebrou um tablet por estar bravo com o que acontecia no jogo. Em dezembro de 2021, também em uma partida contra os Saints, Brady arremessou um Surface contra o banco de reservas.

Na ocasião, ele recebeu uma advertência da NFL, a liga de futebol americano, dizendo que ele seria multado se repetisse a cena. Brady prometeu não fazer de novo, mas levou menos de um ano para outro tablet pagar o pato.

Dessa vez, o atleta já se adiantou e publicou um vídeo sobre o assunto. “Desculpa por quebrar aquele tablet. Eu acho que vou virar meme no Twitter, ou coisa do tipo”, brincou.

Tom Brady é um dos maiores jogadores da história do futebol americano. Ele foi sete vezes campeão do Super Bowl e três vezes eleito o melhor jogador da liga. No Brasil, Brady também é conhecido por ser marido da modelo Gisele Bündchen, e já mostrou que acha graça na brincadeira.

Brady não foi o único

Outros nomes notáveis na NFL já tiveram seus desentendimentos com o tablet Surface, da Microsoft.

Em 2015, o quarterback Aaron Rodgers jogou o aparelho no chão após rever um de seus lances durante o jogo entre Green Bay Packers e Carolina Panthers.

Não são só os jogadores que perdem a paciência. Em 2016, Bill Belichick, treinador do New England Patriots, também direcionou sua raiva contra um pobre Surface. Coincidentemente, quem também estava no Patriots naquele ano era Tom Brady.

O técnico, porém, teve um relacionamento mais conturbado com o tablet do que apenas aquele episódio.

Microsoft e NFL têm acordo milionário

Semanas após quebrar um aparelho, Belichick criticou o Surface por ser instável e não-confiável, dizendo que voltaria a usar papel para imprimir as fotos das jogadas e dar instruções ao time.

A Microsoft e a NFL têm um acordo desde 2014 para o uso dos tablets Surface. Eles são de propriedade da liga — os times recebem os equipamentos horas antes do jogo.

O que era para ser um marketing positivo para a marca acabou se voltando contra ela em certos momentos. Em alguns jogos, narradores chamaram o produto de “ferramenta parecida com um iPad”.

Com informações: Cnet, The Verge.

Relacionados