Após críticas, iPhone 14 Pro terá Always-On Display similar ao Android

Nova versão fará com que o recurso seja mais minimalista, removendo papel de parede e notificações da tela; Apple Music também receberá novidades

Ricardo Syozi
Por

A Apple liberou o iOS 16.2 Beta 3 na terça-feira (15) para todos os inscritos em seu programa de desenvolvedores. Além de correções de bugs, a principal novidade é uma alteração na opção Always-On-Display (AOD). Assim, os usuários poderão deixar o recurso mais leve e minimalista, dando uma cara mais parecida com o que vemos em smartphones com Android.

iPhone 14 Pro (Imagem: Unsplash / Omar Al-Ghosson)
iPhone 14 Pro (Imagem: Unsplash / Omar Al-Ghosson)

Em sua versão original, o Always-On-Display do iPhone 14 Pro e Pro Max apresenta todas as informações da tela o tempo todo, inclusive o papel de parede, mas com uma intensidade de luz muito menor. O recurso se tornou novidade nessa versão do telefone da Apple, entretanto, acabou sendo divisível perante os usuários.

Depois de uma leva de críticas tanto por parte da imprensa quanto da comunidade de fãs da maçã, a empresa decidiu se mexer nesse quesito.

Na versão 16.2 do iOS, uma opção será adicionada para remover o papel de parede e algumas notificações do Always-On-Display do smartphone. Com isso, o AOD ficará mais minimalista, semelhante à mesma alternativa nos aparelhos com Android.

Para realizar a mudança, basta abrir as configurações do iPhone 14 Pro ou Pro Max e selecionar as opções de brilho e display. Por fim, a pessoa pode escolher o que deseja deixar visível no recurso.

A novidade acaba sendo bem-vinda, pois dá aos usuários mais escolhas de personalização para seu celular.

Always On Display no iPhone 14 Pro (Imagem: Reprodução / XDA Developers)
Always-On-Display no iPhone 14 Pro (Imagem: Reprodução / XDA Developers)

Apple Music também terá novidades

Com o iOS 16.2 Beta 3, a maçã está realizando pequenas alterações no aplicativo do Apple Music. Novos botões de shuffle e play serão introduzidos para dar uma cara mais translucida à playlist dos usuários.

Portanto, sempre que o indivíduo estiver curtindo suas músicas favoritas, esses botões vão refletir as cores do fundo, ficando com o estilo da imagem do álbum selecionado. Pode não ser uma diferença revolucionária, mas ela garante uma imersão maior para os aficionados por seus cantores e bandas preferidos.

Quando foram anunciados em setembro de 2022, o iPhone 14 Pro e o Pro Max trouxeram mudanças que os distanciaram ainda mais dos modelos regulares do gadget. Além do Always-On-Display, os aparelhos não têm o notch antigo e trazem a Dynamic Island, um recorte em forma de pílula na tela para abrigar a câmera frontal e os sensores do Face ID.

Vale destacar que os novos recursos estão apenas disponíveis para quem faz parte do programa de desenvolvedores da Apple. Qualquer pessoa por participar, porém, há a necessidade de pagar uma taxa anual de US$ 99.

No entanto, se você tiver paciência, as opções devem entrar em beta público em um futuro próximo.

Com informações: XDA Developers.

Relacionados

Relacionados