Xiaomi 13 e MIUI 14 serão revelados oficialmente nesta quinta-feira (1)

Xiaomi 13 será um dos primeiros celulares com o Snapdragon 8 Gen 2; celular chegará às lojas com certificação IP68 e bordas reduzidas ao redor da tela

Bruno Gall De Blasi
Por

Novembro ainda não acabou, mas a Xiaomi já está falando do seu próximo celular avançado: o Xiaomi 13. A marca chinesa informou, neste fim de semana, que os sucessores da linha Xiaomi 12 serão revelados na próxima quinta-feira (1). Os modelos serão revelados ao lado da MIUI 14, que deve ser baseada no Android 13.

Logotipo da Xiaomi
Xiaomi (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O anúncio dá sequência ao esquema do ano passado. Afinal, faltando pouquíssimo para o fim de 2021, a Xiaomi foi uma das primeiras a lançar um smartphone com o Snapdragon 8 Gen 1 com a estreia do Xiaomi 12. Dessa vez, a companhia vai antecipar o lançamento, ao marcar a coletiva para o primeiro dia de dezembro.

A confirmação partiu de uma publicação na rede social chinesa Weibo. O convite cita nominalmente o Xiaomi 13 e a MIUI 14, a próxima geração da interface para produtos da marca. A empresa também deve revelar outros produtos na ocasião, como o Xiaomi Buds 4 e o Xiaomi Watch S2.

O evento, que acontecerá na China, está marcado para a próxima quinta-feira (1), às 19h no horário local.

Xiaomi 13 será revelado em breve (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi 13 será revelado em breve (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O que esperar do Xiaomi 13?

Felizmente, não será preciso esperar até lá para conhecer o celular. Ainda pelo Weibo, o CEO Lei Jun antecipou alguns detalhes do Xiaomi 13, como a tela que ocupa 93,3% da porção frontal e a largura de 71,5 mm. O smartphone ainda terá uma câmera frontal posicionada em um furo, mas as especificações ainda não foram reveladas.

Como era de se esperar, o celular chegará às lojas com o Snapdragon 8 Gen 2. O novo processador da Qualcomm foi apresentado recentemente com foco em inteligência artificial e é o carro-chefe da fabricante de chips.

O executivo ainda ressaltou que a linha se juntará ao clube dos celulares com certificação IP68.

Além da publicação do CEO da Xiaomi, há outras apostas em jogo. É o caso da câmera tripla com um sensor de 50 megapixels e outros dois de 13 MP e 5 MP. Espera-se, ainda, que o Xiaomi 13 tenha 8 GB de RAM, 128 GB de armazenamento e bateria de 4.500 mAh com recarga rápida de 67 watts.

Ainda não há muitas informações sobre a MIUI 14. Todavia, espera-se que a atualização seja baseada no Android 13.

Com informações: Gizmochina (1 e 2) e XDA-Developers

Relacionados

Relacionados