Spotify deixa você escolher playlists que não vão impactar suas recomendações

Opção ajuda a separar estilos musicais das recomendações para o usuário; novidade chega para todas as plataformas, de celulares a computadores

Ricardo Syozi
Por
Spotify
Spotify (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

É sempre chato quando um artista que não combina em nada com seu estilo aparece nas recomendações do Spotify. Pensando nisso, a plataforma liberou um novo recurso chamado “Excluir do seu perfil de gosto musical”, que permite aos usuários removerem playlists das recomendações. Assim, a personalização ficará ainda mais completa, impedindo que faixas indesejáveis se misturem à sua lista de músicas para academia, por exemplo.

O foco da novidade é a de garantir que as faixas certas rolem no tema certo para o usuário. Ninguém (ou talvez poucas pessoas) quer que uma música de heavy metal toque do nada nas recomendações de sua seleção de canções para dormir.

Dessa forma, o Spotify buscou uma alternativa. Para isso, será possível remover qualquer playlist de seu “Perfil de Gosto Musical”, que é baseado no que o indivíduo ouve e como ele o faz. É uma maneira que a plataforma usa para customizar a experiência.

A empresa ressaltou a importância do recurso, especialmente se o usuário tiver filhos. Isso porque ainda será permitido manter uma seleção de composições infantis, mas isso “não terá um forte destaque nas listas personalizadas”. Ou seja, o algoritmo não vai pensar que você ama ouvir Cannibal Corpse e também Kidz Pop Kids.

Segundo o Spotify, a opção já está liberada para iOS, Android, desktop e web.

Excluir do seu perfil de gosto musical
Novidade nas recomendações (Imagem: Divulgação / Spotify)

Como usar o recurso “Excluir do seu perfil de gosto musical”?

  1. Primeiramente, acesse a sua página do Spotify;
  2. Selecione a playlist que deseja remover de seu “Perfil de gosto musical”;
  3. Toque ou clique nos três botões que ficam perto do topo da lista;
  4. Por fim, selecione “Excluir do seu perfil de gosto musical”.

Marca quer manter crescimento de assinantes

A novidade no quesito personalização é mais um passo que a plataforma musical dá para segurar a sua extensa base de fãs. Vale destacar que no fim de janeiro de 2023, o Spotify superou suas expectativas e alcançou a marca de 205 milhões de assinantes pelo mundo.

O serviço de streaming aumentou em 14% a base de pessoas que pagam para usá-lo, além de ter um crescimento de 20% na quantidade de usuários ativos, pagantes ou não.

Ao adicionar ainda mais audiolivros à sua biblioteca, a marca busca encontrar outros públicos para somar a seu grupo. Podcasts já são altamente populares no serviço, assim como as músicas.

Mesmo assim, o Apple Music ainda é o número um quando pensamos em número de faixas disponíveis. Há mais de 100 milhões de músicas no streaming da maçã.

Com informações: The Verge.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados