A empresa Twitter Inc. não existe mais

Twitter Inc. foi incorporada à X Corp., aberta em março de 2023; mudança pode indicar que super app será o futuro da rede social

Giovanni Santa Rosa
Por
Fachada da sede do Twitter
Sede do Twitter em 2013 (Imagem: Mike Davis / Flickr)

A rede social Twitter foi comprada por Elon Musk, em uma negociação que se arrastou por meses em 2022. Isso todo mundo sabe. Mas, nos bastidores, uma coisa mudou: a empresa Twitter Inc. não existe mais. Agora, a rede social pertence à X Corp.

A alteração foi notada nesta segunda-feira (10) e veio depois de um longo processo burocrático para a aquisição. Vamos explicar (ou, pelo menos, tentar).

Compra do Twitter envolveu abertura de empresas

Elon Musk abriu três empresas para comprar o Twitter. A X Holdings I, a X Holdings II e a X Holdings III, no estado americano de Delaware.

A ideia era a seguinte:

  • A X Holdings I serviria como holding de fato, sendo a dona da X Holdings II.
  • A X Holdings II passaria por uma fusão com a Twitter Inc. A empresa Twitter Inc. continuaria com seu nome e estrutura.
  • A X Holdings III pediria um empréstimo de US$ 13 bilhões com grandes bancos para pagar a operação.

Em resumo, teríamos a I como dona, a II como Twitter Inc. e a III como caixa. Mas não parou por aí.

Em 9 de março, Musk abriu mais duas empresas, dessa vez no estado de Nevada: a X Holdings Corp. e a X Corp. Elas passaram por outros processos de fusão.

  • A X Holdings Corp. se fundiu com a X Holdings I.
  • A X Corp. se fundiu com a Twitter Inc.

Nos dois casos, as empresas de Nevada absorveram as outras. Por isso, o Twitter Inc., a antiga companhia aberta em Delaware, não existe mais.

Musk tem projetos em Nevada

A mudança chama a atenção por diferentes aspectos. O primeiro é a relação próxima de Musk com Nevada, estado onde fica a famosa cidade de Las Vegas.

Por lá, o bilionário tem alguns projetos, como o túnel da Boring Company sob o Las Vegas Convention Center, por onde passageiros são transportados usando carros da Tesla. A cidade também terá o Vegas Loop, ainda em desenvolvimento.

Túnel para Teslas em Las Vegas (Imagem: Steve Jurvetson/ Flickr)
Túnel para Teslas em Las Vegas (Imagem: Steve Jurvetson/ Flickr)

Também em Nevada, perto da cidade de Reno, fica a Tesla Gigafactory, fábrica para produzir baterias para veículos elétricos.

Além disso, Musk considerou levar a montadora para o estado em 2020, quando a Califórnia impôs restrições para conter a COVID-19. No fim das contas, a empresa se mudou para o Texas.

Twitter pode dar lugar ao X, super app que faz tudo

Questões estaduais à parte, pode-se especular que o fim da Twitter Inc. e o início da X Corp. seja um passo para transformar a rede social em um super app.

Chamado X, o novo aplicativo incluiria pagamentos, compras e mensagens. A inspiração vem da China, onde o WeChat exerce esse papel.

O próprio Musk já comentou o assunto em outubro de 2022. “A compra do Twitter será um acelerador para criar o X, o app que faz tudo”, escreveu o empresário em sua conta na rede social.

Uma parte desse projeto era tocada por Esther Crawford, então diretora de gerenciamento de produtos. Crawford saiu da companhia no fim de fevereiro, em uma das rodadas de demissão promovidas pelo novo comando.

Se o fim da Twitter Inc. e a abertura da X Corp. significam alguma coisa além de questões burocráticas, pode ser que o projeto do super app não tenha parado, mesmo com essas saídas.

Com informações: Slate

Receba mais sobre Twitter Inc na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Relacionados