Pagamentos com cartão por aproximação aumentam mais de 40% no Brasil

Também conhecido como NFC, tecnologia agiliza o pagamento ao não exigir o uso de senha; mesmo com o aumento, ainda há medo de golpes no país

Ricardo Syozi
Por
Pagamento com cartão por NFC (Imagem: Unsplash / Nathana Rebouças)

No primeiro trimestre de 2023, o pagamento por NFC no Brasil chegou a 44,3% das compras presenciais por cartões. Um aumento de 48% em comparação ao mesmo período de 2022. Mais de R$ 190 bilhões foram gastos dessa maneira. Esse crescimento deve-se a uma maior confiança dos cidadãos na tecnologia, mesmo que ainda haja desconfiança devido a golpes variados.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o brasileiro passou a usar mais o pagamento via NFC tanto na modalidade crédito quanto débito dos cartões. No primeiro trimestre de 2022, 29,3% usavam essa forma. Nos três primeiros meses de 2023, porém, essa porcentagem subiu para 48%.

De acordo com a pesquisa da instituição, os pagamentos por aproximação com cartões ou outros dispositivos somam R$ 191,3 bilhões, um salto de 85,4% em comparação ao mesmo período do ano passado. Além disso, O número de transações por NFC chegou a 3,6 bilhões, aumento de 78% no trimestre.

Giancarlo Greco, presidente da Abecs, apontou a melhoria na confiança da tecnologia de NFC pelo brasileiro:

Esse é um indicador que o mercado vem crescendo a passos largos.

Por fim, o volume transacionado com cartões (tanto por aproximação quanto por maneiras mais tradicionais) totalizou R$ 839,5 bilhões no primeiro trimestre de 2023, um crescimento de 10,7%.

Conforme os dados, o brasileiro ainda dá preferência para o crédito, com uma movimentação de R$ 539,2 bilhões no período da pesquisa. A opção do débito moveu R$ 234,6 bilhões, enquanto o modelo pré-pago alcançou a marca de R$ 65,5 bilhões, 47% a mais do que em 2022.

Saiba como descobrir se o seu celular tem NFC e como usar (Imagem: Jonas Leupe/Unsplash)
Celular com NFC (Imagem: Jonas Leupe/Unsplash)

Números aumentaram, mas ainda há preocupações com golpes

O crescimento no uso de cartões para pagamento por aproximação representa uma maior popularidade da tecnologia entre os brasileiros. Contudo, muitas pessoas ainda temem golpes em troca da conveniência. Vale lembrar que há mitos e verdades sobre o NFC, mas nem todos conhecem o assunto.

Poucas empresas são claras sobre como funciona a adesão. Muitos usuários utilizam a ferramenta, mas nunca pediram por sua ativação ou aprenderam sobre suas limitações (ou falta delas). As bandeiras de cartões e os bancos não são totalmente claros no valor que o indivíduo pode usar, por exemplo.

Ademais, criminosos já criaram um golpe para transações por aproximação, como explica a companhia de cibersegurança Kaspersky.

Segundo os especialistas, um malware conhecido como Prillex é capaz de “bloquear pagamentos por aproximação (via NFC) nos dispositivos infectados, obrigando o cliente a usar o cartão de crédito físico – o que permite a realização da transação fantasma”.

Esse tipo de crime se popularizou no Brasil nos últimos meses, então vale sempre ficar bastante atento.

Com informações: Abranet.

Receba mais sobre Brasil na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados