Google anuncia mudanças para combater spam no Gmail

Big tech exigirá que empresas que enviam mais de 5.000 emails por dia facilitem a função de cancelar a assinatura de listas

Felipe Freitas
Por
Gmail
Gmail promete novas medidas para combater spams (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Google publicou em seu site que está criando novas medidas para combater o envio de spam no Gmail. As alterações na política do serviço de email começarão a valer a partir de fevereiro de 2024. No comunicado sobre essas novidades, o Google informa que o Yahoo será um dos parceiros da empresa para fortalecer a luta contra spams.

Ainda na nota à imprensa, o Google afirma que a sua tecnologia de detecção de spams, fraudes e vírus é capaz de parar 99,9% dos emails enviados pela sua plataforma. No entanto, a empresa assume que nesses últimos 20 anos, idade do Gmail, as ameaças estão ficando cada vez mais complexas.

Google apresenta novas políticas contra spams no Gmail

Gmail
Novas políticas do Gmail focam bastante em “reforçar”, mas será que elas serão efetivas?(Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

No comunicado, o Google explica que as alterações na política do Gmail são focadas em empresas que enviam emails em massa — serviços como o MailChimp, por exemplo. Essas empresas que enviam um grande volume de mensagens, utilizando serviços de terceiros, serão obrigadas a seguir as etapas de autenticação.

O Google já exige autenticações dessas contas desde o ano passado. Porém, elas não são eficientes em impedir o envio de spams e conteúdos fraudulentos. Para reverter isso, a big tech afirma que trabalhará fortemente para que as contas de alto volume ativem as autenticações necessárias.

Uma alteração bem mais visível no dia a dia do usuário será a do botão único para se desinscrever de uma lista de email — bem, pelo menos na teoria. Novamente, o Google diz que exigirá que essas contas de alto volume incluam na mensagem um botão para que o usuário desative o recebimento de emails com uma única etapa.

Hoje, o usuário é levado a um segundo site e precisa, geralmente, informar porque está se desinscrevendo.

Além desse novo botão, as empresas terão até dois dias para realizar o pedido de cancelar a assinatura da lista de emails.

O Google também “reforçará” um limite de emails enviados pelas contas de spammers. A ideia por trás dessa proposta é que as companhias enviem apenas mensagens que o usuário realmente queira ver. Ou seja, que os emails sejam efetivos e não um envio em massa esperando que atinja um público-alvo.

Com informações: CNBC

Receba mais sobre Google na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Relacionados