Android 13 denuncia apps que gastam bateria e traz mais novidades em prévia

Google liberou Android 13 DP2; exigência para que apps peçam permissão para enviar notificações é uma das novidades

Emerson Alecrim
Por
Robô mascote do Android 13

O Google prometeu anunciar a segunda prévia do Android 13 Tiramisu em março e assim o fez. Chamada de Android 13 Developer Preview 2 (ou Android 13 DP2), a novidade traz alguns recursos potencialmente úteis, como uma função que ajuda o usuário a priorizar as notificações mais importantes e outra que alerta quando um aplicativo estiver drenando a bateria.

Mais controle sobre notificações

O tal recurso que ajuda a priorizar notificações faz parte dos aprimoramentos de privacidade que o Android 13 trará. O Google revela que os aplicativos direcionados à nova versão do sistema operacional terão que solicitar permissão antes de enviar notificações ao usuário.

Trata-se de um recurso que existe há algum tempo no iOS e que pode ser realmente muito útil. Com ele, o usuário poderá decidir se quer receber ou não notificações de um aplicativo mais facilmente.

No site para desenvolvedores do Android, o Google explica que, na versão 13 do sistema, o aplicativo deverá aguardar para enviar notificações até que a permissão para isso seja solicitada.

Se o app for direcionado ao Android 13 (ou superior), o desenvolvedor terá controle sobre quando a caixa de permissão será exibida; se o app tiver como foco o Android 12L ou anterior, mas for instalado na versão 13, a caixa de permissão surgirá quando o primeiro canal de notificação for criado (normalmente, isso ocorre quando o aplicativo é aberto pela primeira vez).

Caixa para permissão de notificações (imagem: divulgação/Google)
Caixa para permissão de notificações (imagem: divulgação/Google)

Alerta sobre uso de bateria e mais

É claro que há outros recursos dignos de nota introduzidos no Android 13 DP2. Um deles é a notificação que alerta quando um aplicativo está usando a bateria em excesso em segundo plano (mas não em primeiro).

O Android 13 também vai permitir que o usuário defina o idioma para cada um de seus aplicativos (desde que eles tenham suporte a múltiplas línguas). Esse recurso foi anunciado no Android 13 Developer Preview 1, mas somente no Android 13 DP2 é que foi liberado.

Escolha de idioma em apps no Android 13 (capturas de tela: Android Police)
Escolha de idioma em apps no Android 13 DP2 (capturas de tela: Android Police)

A novidade também herda um recurso do Android 12L: a possibilidade de o usuário pressionar uma notificação por algum tempo e, em seguida, arrastá-la para que o aplicativo correspondente fique em primeiro plano, mas ocupando metade da tela.

Esse é um recurso interessante em tablets, mas talvez possa ter utilidade em celulares. Só vamos ter certeza quando o seu desenvolvimento avançar, porém.

Tem mais. O Android 13 Developer Preview 2 introduz novas configurações de vibração. Dois novos controles deslizantes permitirão ao usuário ajustar a intensidade da vibração de alarmes ou de mídia — este último pode ser útil em jogos.

Voltando às notificações, existe uma mudança tão discreta que convém citá-la apenas para que possamos reparar nela: na tela de bloqueio do Android 12, as notificações dos apps silenciados são indicadas em uma barra que mostra apenas os ícones destes; no Android 13 também, com a diferença de que a barra tem um tamanho correspondente à quantidade de ícones (e não mais um tamanho fixo).

Android 12 à esquerda, Android 13 à direta (capturas de tela: Android Police)
Android 12 à esquerda, Android 13 à direta (capturas de tela: Android Police)

Android 13: quando chega

A versão final do Android 13 é esperada para o segundo semestre. Antes dela, ainda teremos versões beta. A primeira deve ser liberada em abril.

Deveremos ter ainda mais detalhes sobre o sistema operacional nos dias 11 e 12 de maio, quando o Google I/O 2022 será realizado.

Com informações: Android Police.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados