Apple desativa app Walkie-Talkie no Watch após brecha de segurança

Vulnerabilidade permite que uma pessoa escute o iPhone de outra sem consentimento

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos e 4 meses
Apple Watch / Walkie-Talkie

Você não conseguirá falar com seus contatos pelo aplicativo Walkie-Talkie do Apple Watch. A empresa desativou temporariamente o recurso de todos os smartwatches nesta quinta-feira (11) depois de descobrir uma vulnerabilidade que permite escutar outras pessoas sem o consentimento delas.

O Walkie-Talkie foi lançado no watchOS 5 e possibilita conversar com outras pessoas por meio do Apple Watch como se fosse um rádio. Basta manter pressionado o botão Falar, e seu áudio será reproduzido em tempo real no pulso do seu contato (a não ser que ele esteja no modo Não Perturbe ou indisponível).

Em comunicado, a Apple diz: “Fomos informados de uma vulnerabilidade relacionada ao aplicativo Walkie-Talkie no Apple Watch e desativamos a função enquanto resolvemos o problema o quanto antes”. Ao TechCrunch, a Apple informa que não há evidências de que a brecha de segurança, reportada por meio do site de segurança da Apple, tenha sido explorada.

A Apple concluiu que “desabilitar o aplicativo foi o jeito certo de agir, já que essa falha poderia permitir que alguém escutasse o iPhone de outro consumidor sem consentimento”. O aplicativo permanece instalado no Apple Watch, mas está inoperante enquanto a empresa conserta o problema.

Não é a primeira vez que um serviço de comunicação da Apple é desativado por uma falha de segurança. Em janeiro, o recurso de chamadas em grupo do FaceTime saiu do ar temporariamente porque uma brecha de privacidade permitia ouvir o áudio do outro lado antes que a pessoa atendesse à chamada; em alguns casos, até mesmo a câmera era ativada.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados