Apple libera kit de desenvolvimento de apps para o Vision Pro

Desenvolvedores só terão acesso ao hardware no mês que vem, em laboratórios da Apple; até lá, só será possível testar aplicativos em um simulador do visionOS

Giovanni Santa Rosa
Por
• Atualizado há 11 meses
Apple Vision Pro na sede da Apple nos Estados Unidos (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Apple Vision Pro na sede da Apple nos Estados Unidos (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

A Apple liberou novas versões beta dos sistemas operacionais de seus produtos nesta quarta-feira (21). Até aí, tudo normal, mas uma novidade chamou a atenção: o kit de desenvolvimento de software (SDK) do visionOS, que equipará o headset Vision Pro. Além disso, a empresa anunciou que o cadastro para receber os kits de hardware — que incluem o aparelho — começará em julho.

Os desenvolvedores poderão usar os mesmos frameworks de outras plataformas da Apple, como Xcode, SwiftUI, RealityKit, ARKit e TestFlight, explica a empresa.

“A partir de hoje, a comunidade global de desenvolvedores da Apple poderá criar uma categoria completamente nova de aplicativos de computação espacial”, diz o comunicado publicado pela Apple.

“Com o SDK do visionOS, os desenvolvedores podem utilizar o poder e as capacidades únicas do Vision Pro e do visionOS para projetar experiências de apps totalmente inéditas em diversas categorias, incluindo produtividade, design, games e mais”, completa o texto.

Apple terá laboratórios e kit de hardware para desenvolvedores

Como o aparelho ainda não está no mercado, os apps terão que ser testados em um simulador do visionOS. Isso, porém, pode mudar em breve.

Apple Vision Pro - WWDC 23 (Imagem: Divulgação/Apple)
Apple Vision Pro (Imagem: Divulgação/Apple)

No mesmo comunicado, a Apple diz que vai abrir laboratórios para desenvolvedores em Cupertino (Califórnia, EUA), Londres (Reino Unido), Munique (Alemanha), Xangai (China), Singapura e Tóquio (Japão) no mês que vem.

Nesses espaços, os desenvolvedores poderão usar o Vision Pro e testar seus apps. Engenheiros da Apple estarão disponíveis para fornecer suporte.

Também em julho, a Apple vai abrir cadastro para desenvolvedores interessados em receber um kit de desenvolvimento do Vision Pro — incluindo, claro, o headset.

Vision Pro custa US$ 3.499 e inaugura “computação espacial” da Apple

Após anos de especulações, o Vision Pro foi apresentado na última WWDC da Apple. O headset inaugura uma nova categoria de produtos no portfólio da empresa, que recebeu o nome de “computação espacial”.

O editor Thássius Veloso, do Tecnoblog, teve a oportunidade de testar o Vision Pro por cerca de 25 minutos. Ele ficou impressionado com a qualidade das telas, a baixa latência e a ótima integração entre o ambiente e os elementos visuais do sistema.

Apple Vision Pro - WWDC 23 (Imagem: Divulgação/Apple)
Apple Vision Pro (Imagem: Divulgação/Apple)

Por outro lado, ainda não está claro como vão acontecer as interações entre pessoas na plataforma. Os primeiros avatares são realísticos, mas parecem estranhos. Além disso, o aparelho depende de uma bateria externa com autonomia de apenas duas horas.

O Vision Pro começará a ser vendido no início de 2024 apenas nos EUA, em um primeiro momento. Ele custará US$ 3.499.

Com informações: Apple, 9to5Mac, MacRumors

Receba mais sobre Apple Vision Pro na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados