Apple Pro Display XDR de R$ 54 mil exige pano especial para limpeza

Monitor da Apple com vidro nano-texture vem com pano especial e não pode ser limpo com água

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos e 4 meses
Apple Mac Pro (2019) e Pro Display XDR

O Apple Pro Display XDR está chegando ao Brasil por R$ 53.999 em sua versão com vidro de nanotextura, projetado para ter refletividade de luz extremamente baixa. Se você ainda não tiver um suporte de parede ou mesa, poderá comprar uma base Pro Stand por R$ 8.699. Mas os futuros proprietários do monitor profissional da Apple precisam ter outro cuidado: o pano de limpeza é especial.

Existem duas variantes do Apple Pro Display XDR. O tamanho e a resolução são os mesmos, mas o tratamento do vidro é diferente: o convencional (R$ 44.999) tem proteção básica antirreflexo, enquanto o nano-texture (R$ 53.999) é feito para ambientes em que a luz não pode ser controlada e possui uma textura que é jateada no vidro “em nível nanométrico”, segundo a Apple, para manter o contraste e dissipar a luz.

Enquanto o modelo convencional pode ser limpado da forma tradicional para remover borrões e poeira, com pano de microfibra e uma pequena quantidade de água, o Apple Pro Display XDR nano-texture exige uma limpeza mais cuidadosa.

Em um artigo de suporte, a Apple deixa um aviso em destaque: “Não adicione água ou outros líquidos para limpar o vidro de nanotextura. (…) Nunca use outros tipos de pano para limpar o vidro de nanotextura. Caso você perca o pano de microfibra incluso, pode entrar em contato com a Apple para pedir um pano de microfibra de substituição”.

Apple ensina como limpar Pro Display XDR com nanotextura

A Apple não deixa claro o motivo de exigir o uso de um pano específico no modelo com vidro de nanotextura, em vez de um pano de microfibra comum, encontrado amplamente no mercado. O custo de uma unidade de substituição também não foi informado, mas esperamos que não siga o preço de outros acessórios, como o adaptador de montagem VESA de R$ 1.699.

O Pro Display XDR tem 32 polegadas, resolução 6K (6016×3384 pixels), brilho sustentado de 1.000 nits, 576 zonas de local dimming para melhorar o contraste, laminação completa para diminuir a reflexividade e calibragem individual de fábrica para garantir a precisão nas cores. Ele possui design inspirado no novo Mac Pro, que custará entre R$ 56 mil e R$ 429 mil quando for lançado no Brasil.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados