Sinal de TV analógica é desligado nesta quarta-feira na Grande São Paulo

Lucas Braga
Por
• Atualizado há 15 horas
É só isso, não tem mais jeito, acabou…

Se você mora na cidade de São Paulo ou na região metropolitana, é hora de dar adeus aos chiados, fantasmas e diversos outros problemas da TV analógica. A partir das 23h59 desta quarta-feira (29), a região passa a ter transmissão de TV aberta apenas no padrão digital.

A decisão foi tomada após estudos realizados pela Anatel e pelo Grupo de Implantação da TV Digital (Gired), que qualificam a região para o desligamento definitivo do padrão analógico.

O critério para o desligamento é que ao menos 93% das residências de uma cidade estejam prontas para a TV digital. Uma pesquisa realizada pelo Ibope, apresentada hoje para a Anatel, indica que 92% dos domicílios da região metropolitana já estão aptos a receber sinal digital, e que 95% de todos os domicílios já possuem acesso à tecnologia (seja via TV aberta, parabólica ou por assinatura). Considerando a margem de erro, São Paulo está apta para o desligamento.

Quem ainda não digitalizou deve plugar uma antena UHF em uma televisão com suporte a ISDB-T ou a um conversor externo, que é facilmente encontrado por R$ 100 ou menos. Durante um período de 30 dias, os canais exibirão uma cartilha informando o fim das transmissões.

Aviso da Ideal TV(32A) e Gazeta(11A) #ApagaoAnalogicoSP pic.twitter.com/xuMKWkxwM7

— Timeline (@TimelineHD) 29 de março de 2017

O governo, em parceria com operadoras de telefonia móvel, distribuiu kits de TV digital contendo um conversor e antena UHF para famílias inscritas em programas sociais como o Bolsa Família. As operadoras móveis participam desse processo porque a faixa antigamente destinada para TV analógica será utilizada para oferecer cobertura 4G na frequência de 700 MHz, que permite maior penetração de sinal e maior cobertura do serviço.

A medida também afeta clientes de serviços de TV por assinatura: com o desligamento da TV analógica, as operadoras não são mais obrigadas a entregarem sinal de canais abertos gratuitos. Agora, SBT, Record e RedeTV! entraram em guerra com as operadoras e querem que elas paguem um valor mensal por cada cliente. O sinal desses canais já foi desativado em diversas regiões – operadoras de satélite costumam exibir a programação de São Paulo, tornando o apagão ainda maior.

Além de São Paulo, estas 38 cidades perderão o sinal de TV analógica:

Arujá, Barueri, Biritiba Mirim, Caieiras, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Embu, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Franco da Rocha, Guararema, Guarulhos, Ibiúna, Itapecerica da Serra, Itapevi, Itaquaquecetuba, Jandira, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Poá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Salesópolis, Santa Isabel, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Lourenço da Serra, Suzano, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.

Ainda em 2017, o desligamento da TV analógica deve ocorrer em mais sete capitais: Belo Horizonte, Fortaleza, Goiânia, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Vitória. O cronograma prevê que todas as cidades do Brasil estejam digitalizadas até o final de 2018, mas atrasos podem ocorrer caso o percentual mínimo de domicílios aptos não seja atingido.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Canal Exclusivo

Relacionados