Vivo levará sinal 5G para Linha 5-Lilás do metrô de SP

Além de 5G, Linha-5 Lilás também terá sinal 4G da Vivo; implementação em todas as estações pode demorar até 18 meses

Lucas Braga
Por
Estação Vila das Belezas, na Linha 5-Lilás do Metrô de SP (Imagem: Geogast/Wikimedia Commons)

Os dias offline na Linha-5 Lilás do Metrô de São Paulo estão contados. A Vivo anunciou a implementação da cobertura 4G e 5G nos túneis subterrâneos e em todas as estações operadas pela ViaMobilidade. Isso permitirá que os passageiros continuem conectados à internet móvel no transporte público.

A implementação é fruto de uma parceria com a IHS Brasil, empresa fornecedora de infraestrutura para antenas de telefonia móvel. As empresas irão utilizar a modalidade Distributed Antenna Systems (DAS), própria para ambientes internos e com sinal emitido por meio de pequenas antenas distribuídas em diferentes locais.

Das 17 estações da Linha 5-Lilás, 12 são subterrâneas. Ao falar dos túneis, são 12 km de extensão, o que impede a penetração de sinal das antenas existentes no nível do solo. Por esse motivo, é necessário criar um sistema de cobertura dedicado para atender os smartphones ao longo de toda a linha.

Pessoa segurando um celular (Imagem: Pexels/Pixabay)
Você não poderá dar a desculpa do “sem sinal” por andar de metrô (Imagem: Pexels/Pixabay)

A estação Campo Belo será a primeira a ganhar a cobertura. As empresas estimam um prazo de 12 a 18 meses para que o sinal 4G e 5G atinja o restante da linha. Apesar do sinal ser da Vivo, toda a rede, equipamentos e instalações manutenções serão de responsabilidade da IHS Brasil.

De acordo com as empresas, a cobertura subterrânea deverá atender cerca de 630 mil passageiros diariamente. No DDD 11, a Vivo é vice-líder em linhas de telefonia móvel e responde por 36,1% do mercado.

Falta de sinal era alvo de reclamação dos passageiros

A Linha 5-Lilás é uma das mais modernas do sistema metroviário de São Paulo, e a falta de cobertura móvel foi alvo de reclamação de muitos usuários

Como aponta o site Viatrolebus, a ViaMobilidade, operadora da Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo, afirmou em 2020 que havia iniciado as tratativas com as operadoras de telefonia. A empresa, no entanto, aguardava a apresentação dos projetos pelas teles para a implementação da infraestrutura. Quatro anos depois, finalmente está saindo do papel.

Receba mais sobre Vivo na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Canal Exclusivo

Relacionados