Google Chrome volta a limitar cookies de rastreamento entre sites

Google limitará cookies de rastreamento entre sites a partir de 14 de julho no Chrome 80 e versões mais recentes

Bruno Gall De Blasi
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Foto por Deepanker Verma/Pixabay

O Google voltará a limitar cookies de rastreamento entre sites no Google Chrome. De acordo com a companhia nesta quinta-feira (28), a restrição começará em julho de 2020, após a suspensão da atualização devido aos impactos da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

As restrições na versão final do browser foram reveladas pelo Google durante o lançamento do Chrome 80. Em fevereiro, a companhia começou a exigir o atributo SameSite em sites para indicar a finalidade dos cookies de rastreamento entre sites. O requisito, porém, foi removido temporariamente em abril para evitar problemas durante a pandemia.

Agora, quase dois meses depois, o Google já anunciou uma nova data para limitar cookies, conforme planejado anteriormente. Segundo a companhia, as alterações serão aplicadas a partir de 14 de julho de 2020 no Google Chrome 80 e em versões mais recentes do navegador.

Além da alteração no tratamento de cookies, o Google ainda irá disponibilizar a nova versão final do navegador em 14 de julho, o Google Chrome 84. A atualização levará a todos os usuários um recurso para combater sites que forcem a ativação de notificações no navegador para computador, celulares e tablets.

Com informações: The Verge e SlashGear

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados