Microsoft Edge também declara guerra aos cookies de terceiros

Ainda em fase experimental, fim do suporte a cookies de terceiros deve chegar a menos de 1% dos usuários do Edge nos próximos meses

Giovanni Santa Rosa
Por
Edge
Edge terá API para segmentação de anúncios (Imagem: Divulgação / Microsoft)

A Microsoft anunciou que vai começar a encerrar o suporte a cookies de terceiros. A empresa terá uma alternativa a eles, chamada Ad Selection API, para que anunciantes e publicações possam exibir propagandas relevantes, sem precisar dos cookies.

No Microsoft Edge, o fim do suporte a cookies de terceiros começará nos próximos meses. O teste vai envolver menos de 1% dos usuários. “O caminho para o futuro da web está claro: os cookies de terceiros estão destinados à remoção”, diz o texto que a empresa publicou em seu blog.

Ilustração de um computador mostrando uma camiseta e várias linhas ligando o computador a um usuário
Edge quer proteger privacidade e preservar anúncios direcionados (Imagem: Divulgação / Microsoft)

Vale lembrar que o Edge conta há tempos com uma ferramenta para bloquear cookies e rastreadores. Ela vem ativada por padrão e pode ser configurada para impedir até mesmo cookies do próprio site que está sendo visitado.

Microsoft Edge terá API para publicidade

Com o anúncio, a Microsoft é mais uma empresa a decretar o fim dos cookies de terceiros, que “seguem” usuários durante a navegação e conseguem coletar diversas informações, pondo em risco a privacidade.

No entanto, assim como fez o Google, a empresa está tentando colocar alguma coisa no lugar dos cookies, como forma de garantir a segmentação das propagandas. A Microsoft também tem sua plataforma de venda de anúncios.

A tecnologia desenvolvida pela empresa é a Ad Selection API. Ela começará a ser testada no segundo semestre de 2024. A Microsoft diz que a interface terá recursos para proteger os usuários. Um deles é a k-anonimização, que pretende evitar que pessoas sejam identificadas. Outro é o uso de privacidade diferencial, descrevendo padrões de grupos, sem especificar características individuais.

Chrome pretende bloquear cookies de terceiros ainda este ano

O nome mais relevante na discussão dos cookies de terceiros é mesmo o Google. Afinal, o Chrome é o navegador mais usado do mercado, e a empresa tem um negócio de anúncios mais robusto.

Cadeado na barra de endereços do Google Chrome
Chrome quer bloquear cookies de terceiros até o fim de 2024 (Imagem: Giovanni Santa Rosa/Tecnoblog)

O Chrome começou a bloquear cookies de terceiros em janeiro, liberando a mudança para 1% dos usuários. A ideia é que todos tenham acesso no segundo semestre de 2024. A empresa coloca suas fichas na iniciativa Privacy Sandbox. Ela usará os Topics para segmentar as propagandas, com grupos amplos de interesses, como fitness, viagens e games, entre outros.

Com informações: Microsoft

Receba mais sobre Microsoft Edge na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados