Max promete acabar com compartilhamento de senhas ainda em 2024

Diretor de streaming da Warner declarou em evento que quer seguir passos da Netflix e Disney. Executivo cita sucesso da Netflix com modelo para apostar na ideia

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 2 meses
(Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Max quer encerrar compartilhamento de conta com quem não mora sob o mesmo teto ainda em 2024 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Resumo
  • A plataforma de streaming Max planeja restringir o compartilhamento de senhas, seguindo a tendência de outras empresas do setor, como Netflix e Disney.
  • A medida, anunciada por JB Perrette, da Warner Bros. Discovery, começará na Europa em 2024 e deve ser concluída até 2025.
  • A restrição visa impedir o uso de uma mesma conta em residências diferentes.
  • Ainda não há um cronograma definido para a implementação dessa política no Brasil.

Mal chegou ao Brasil e a plataforma de streaming Max já planeja acabar com o compartilhamento de senhas. A decisão, ao que tudo indica, foi tomada no exterior. O diretor de streaming e games da Warner Bros. Discovery, dona do app, disse que a medida deve ser adotada ainda em 2024. Ela deve começar em alguns países da Europa. Por ora, não sabemos quando isso deve ocorrer por aqui.

Na fala, proferida em um evento de telecomunicações, o executivo citou o sucesso da rival Netflix como um ponto para apostar na medida. A proposta da Max é impedir que pessoas que morem em residências diferentes utilizem uma mesma conta. Ou seja, mesmo que você compartilhe uma conta com algum parente que viva em outra casa, a Warner Bros. Discovery (WBD) é contra. Essa parte é idêntica ao que a Netflix e a Disney passaram a defender nos últimos tempos: os vários perfis liberados para uma conta são para os moradores da mesma casa.

Países europeus serão os primeiros

(Imagem: Jeff Kravitz/Warner Bros. Discovery
JB Perrette revelou que fim do compartilhamento de contas começará em alguns países europeus (Imagem: Jeff Kravitz/Warner Bros. Discovery

JB Perrette disse durante o evento Morgan Stanley’s Technology, Media & Telecom, realizado na última segunda-feira (dia 04/03), que o fim do compartilhamento de senhas será lançado primeiro na Europa, em alguns países onde o serviço está presente. Segundo o executivo, essa novidade será liberada a partir do segundo e terceiro trimestre deste ano. Ele explicou ainda que o processo do fim de compartilhamento de senhas deve terminar em 2025.

Como a declaração é recente e a primeira da Max sobre o assunto, é provável que o streaming ainda não tenha um cronograma para introduzir o combate ao compartilhamento de contas no Brasil. Ainda assim, o Tecnoblog entrou em contato com a assessoria de imprensa da Max para ter mais detalhes sobre o caso — a matéria será atualizada assim que tivermos a resposta da empresa.

Netflix abriu a porteira

Quando a Netflix começou a proibir o compartilhamento de senhas, o público considerou que a medida seria um tiro no pé e levaria os usuários para outros streaming. No entanto, o resultado foi e está sendo positivo para a empresa: os números de assinantes estão crescendo. Vendo o resultado da Netflix, a Disney seguiu a ideia no ano passado.

Após proibir o compartilhamento de senhas, a Disney praticamente manteve o número de assinantes. Perrette não chega a citar o caso da criadora do Mickey, que também é dona do streaming Hulu, outro serviço que passou a proibir o compartilhamento de contas. No entanto, os sinais mostram que adotar essa estratégia não é um tiro no pé.

Com informações: The Verge e Wired

Receba mais sobre Max na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados