Google mostra nova mochila para tirar fotos no Street View

Mochila do Street View tira fotos navegáveis em 360 graus de lugares difíceis de acessar

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos e 6 meses
Mochila do Google Street View

O Google Street View, além de contar com carros que circulam pelas ruas e avenidas das cidades, possui fotos tiradas por humanos que percorrem lugares de difícil acesso com mochilas nas costas. Elas eram bem trambolhudas, mas o Google acaba de anunciar uma versão mais compacta e versátil.

A nova mochila do Street View nem parece tão menor assim, mas está mais leve para ser carregada em carros, barcos e tirolesas (!), segundo o Google. Além disso, as câmeras ganharam lentes com aberturas maiores para tirar fotos melhores em diferentes condições de iluminação, e têm resolução maior para capturar imagens mais nítidas.

Mochila antiga do Street View (à esquerda) e a nova

Ela será utilizada tanto por funcionários quanto por usuários que quiserem colaborar com o Street View: você pode pedir uma emprestada e sair tirando fotos. Isso serve tanto para registrar locais inacessíveis por carros (como um museu) quanto para fazer mapas em “países em desenvolvimento e cidades com estruturas complexas”. Em 2016, o Google lançou um projeto para mapear favelas cariocas, por exemplo.

Mochila do Google Street View

Desde o lançamento do Street View, em 2007, o Google diz que o serviço já registrou momentos como uma escalada no El Capitan, formação rochosa no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia (me senti escrevendo uma notícia sobre a Apple); um passeio pelos canais de Veneza; e uma exploração pelo Polo Norte. O conteúdo do Street View pode ser acessado no site oficial.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados