LG anuncia tela do G7 ThinQ: 6,1 polegadas, LCD e opção para esconder notch

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 1 mês

A LG costuma revelar pequenos detalhes de seus telefones mais caros antes do lançamento oficial. Nesta quarta-feira (25), a empresa confirmou algumas especificações do próximo topo de linha da marca, o G7 ThinQ: ele terá painel LCD de 6,1 polegadas com brilho forte, cobertura de 100% do espectro DCI-P3 e uma opção no software para esconder os chifres da tela.

A repetição do LCD causou um pouco de surpresa porque o V30 veio com OLED, mas é compreensível. Até porque a LG tem histórico ruim com OLED: sofreu com baixa qualidade no G Flex, foi criticada pela retenção de imagem no Pixel 2 XL e, mais importante, notícias recentes deram conta de que a fabricante não estaria conseguindo produzir as telas OLED dos iPhones nas especificações e volumes definidos pela Apple.

Falando do G7 ThinQ, teremos um painel de 6,1 polegadas com resolução de 3120×1440 pixels, o que indica uma proporção de tela ainda mais alta do que estamos acostumados: serão 19,5:9, mais que os 18:9 do G6 e os 18,5:9 do Galaxy S9. Pelos cálculos do AnandTech, o G7 ThinQ deverá ser mais alto que o G6, mas manterá a largura de aproximadamente 65 mm.

No comunicado, a LG fala no Super Bright Display, que apresenta o maior brilho de tela do mercado: o G7 ThinQ pode chegar a 1.000 nits, permitindo enxergar mesmo “sob a luz solar do meio-dia”. Mesmo assim, a empresa diz que conseguiu reduzir o consumo de energia em até 30% em relação ao G6. Só não está claro como isso funciona; nas TVs OLED, a empresa usa o esquema RGBW (com pixel branco) para aumentar o brilho.

No software, você pode escolher entre diversos modos de exibição (econômico, cinema, esportes, jogo ou profissional) para ajustar a experiência: o econômico diminui o consumo de bateria; o cinema redefine a temperatura de cor para o padrão internacional; e o esportes enfatiza a grama do estádio, por exemplo. É possível configurar individualmente as cores vermelha, verde e azul, bem como saturação, temperatura, matiz e nitidez.

Por fim, nas imagens divulgadas pela LG, é possível enxergar claramente os chifres da tela na parte superior. Pelo visto, há um recurso de software para esconder o entalhe, deixando a região com um fundo preto, um recurso que também vimos nos Huawei P20 e P20 Pro.

O G7 ThinQ será apresentado oficialmente em Nova York no dia 2 de maio. Se os rumores estiverem certos, ele deve trazer câmera dupla com melhorias para fotos em pouca luz; alto-falantes poderosos e reconhecimento de voz a distâncias maiores; e hardware padrão na categoria, incluindo processador Snapdragon 845, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados