A Microsoft “perdeu” a batalha pelo domínio dos repositórios de código-aberto na internet e decidiu encerrar o CodePlex, criado em 2006.

O serviço já não está aceitando novos projetos. A partir de outubro deste ano, os códigos hospedados na plataforma não poderão mais ser atualizados e, no dia 15 de dezembro, o CodePlex deixará de existir.

De acordo com Brian Harry, vice-presidente corporativo da Microsoft, uma das motivações para o fechamento do CodePlex foi que “o GitHub se tornou a plataforma padrão para compartilhamento de código livre, e a maioria dos projetos migraram para lá”.  Ainda de acordo com Harry, a própria Microsoft migrou seus códigos abertos para o GitHub, e hoje conta mais de 16.000 contribuidores de projetos open-source hospedados na plataforma, o que a tornou a maior companhia privada a utilizar o serviço.

Nos últimos anos, o CodePlex viu grande parte de seus usuários migrarem para outros serviços similares. Menos de 350 projetos receberam atualizações nos últimos 30 dias, segundo Harry. Além disso, a plataforma estava enfrentando vários problemas, como uma “epidemia de spam” ocorrida em 2015, quando spammers tentaram tirar proveito do serviço para aumentar suas atividades ilícitas.

A Microsoft também anunciou que, em parceria com o GitHub, está disponibilizando uma ferramenta para facilitar a migração do conteúdo hospedado no CodePlex para o GitHub. “Nós estamos orgulhosos de colaborar estreitamente com o GitHub para promover o código aberto”, escreveu Harry.

Quem não quiser migrar seus projetos para o GitHub, pode baixar seus dados do CodePlex e hospedá-los em outros serviços de versionamento de código baseado em Git, como o GitLab, o Bitbucket, ou o Visual Studio Team Services, da própria Microsoft.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Diego Melo

Diego Melo

Ex-redator

Diego Melo é jornalista e cursa Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Escreve sobre tecnologia desde 2011, fez parte da equipe do Tecnoblog entre 2016 e 2022, produzindo pautas sobre programação, guias e tutoriais de programas. Hoje é desenvolvedor full-stack e trabalha diariamente com tecnologias como JavaScript (Vue.js), PHP (Laravel) e SQL (MySQL).

Canal Exclusivo

Relacionados