Microsoft passa a bloquear acessórios ‘piratas’ no Xbox

Controles e acessórios não certificados pela Microsoft e dispositivos de macro estão serão bloqueados no console; mudança veio na última atualização do console

Felipe Freitas
Por
Xbox Series S + Series X
Xbox vai bloquear controles e acessórios não autorizados (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Microsoft começou a bloquear acessórios e controles não autorizados no Xbox. Além desses itens, usuários de dispositivos de macro/cheat (como o Cronus Zen, XIM e ReaSnow S1) também serão afetados pela nova atualização. Controles fabricados pelos parceiros da Microsoft e que contam com o selo Design for Xbox (Desenvolvido para Xbox) não serão afetados — na teoria.

De acordo com uma fonte ligado ao assunto, em resposta para o site WindowsCentral, o plano da Microsoft é promover os controles e acessórios dos parceiros. Lado ruim para uns, lado bom para outros: indiretamente, a empresa acaba por combater dispositivos de macro/cheat, já que o Xbox (e consoles no geral) costuma ser mais vulnerável a este tipo de produto.

Xbox bloqueia controles e acessórios após duas semana

Os relatos dos usuários mostram que o Xbox dá um prazo de duas semanas para bloquear o acessório ou controle. A mensagem de erro 0x82d60002 aparece assim que o produto é conectado. O texto ainda sugere que o usuário devolva o produto para a loja ou entre com contato com a fabricante.

No entanto, existe a possibilidade de que alguns acessórios sejam bloqueados na primeira conexão. Com essa medida, a Microsoft forçará que seus clientes comprem controles originais ou autorizados (mais caros) — e em um período no qual o Xbox Series S recebeu um aumento no Brasil.

Brook Gaming publicou lista de acessórios bloqueados ou parcialmente bloqueados pela atualização(Imagem: Reprodução/Brook Gaming)
Brook Gaming publicou lista de acessórios bloqueados ou parcialmente bloqueados pela atualização(Imagem: Reprodução/Brook Gaming)

A Brook Gaming, que fabrica adaptadores para o Xbox, publicou uma nota no X/Twitter informando que seus adaptadores estão bloqueados no console. Entre os produtos banidos estão o XB Fighting Board (que permite o ajuste de comandos para jogos de luta) e o Wingman XB2 — que permite a usar um Dual Shock no Xbox.

Pelo lado positivo, os acessórios de macro, que também podem ser considerados trapaça, como o Cronus Zen. Este produto é banido em alguns jogos para PC, o que o tornou mais popular nos consoles.

Para alguns, ele não é cheat, com a justificativa de “deixar os jogos mais fáceis, pois permite configurar macros para combos”— desde FPS até jogos de futebol. Para outros, ele cria macros para jogos que exigem a habilidade de apertar botões em sequência ou ao mesmo tempo.

Com informações: The Verge

Relacionados