Nvidia anuncia GeForce GTX 1650; placa vai custar R$ 929 no Brasil

Nvidia também anunciou versão da GeForce GTX 1660 Ti para notebooks

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Nvidia GeForce GTX 1660 Ti

A Nvidia escolheu esta terça-feira (23) para anunciar uma GPU para quem busca opções não tão caras: a GeForce GTX 1650, que chega em versões para desktops e notebooks. Ela estará disponível no Brasil em breve com preço sugerido de R$ 929. Além disso, a companhia revelou uma versão da GeForce GTX 1660 Ti para laptops.

Nvidia GeForce GTX 1650

De acordo com a Nvidia, a GeForce GTX 1650 é até duas vezes mais rápida que a GeForce GTX 950 e tem até 70% mais desempenho que a GeForce GTX 1050. A nova placa de vídeo é baseada na arquitetura Turing — mas não tem núcleos RT para ray tracing ou Tensor Cores — e no chip TU117 de 12 nanômetros que, embora seja mais simples que o TU116 da GeForce GTX 1660 Ti, tem poder de fogo suficiente para garantir a diversão.

Pelo menos essa é a expectativa. A Nvidia fez um anúncio relativamente discreto da GeForce GTX 1650 e liberou apenas recentemente os drivers para as unidades de testes enviadas à mídia especializada. Por conta disso, devemos esperar afirmações mais precisas quanto ao desempenho da placa nos próximos dias. De qualquer forma, espera-se que ela seja capaz de rodar títulos como Dota 2 em 1080p e gráficos a todo vapor.

Nas especificações, a GTX 1650 traz 896 núcleos CUDA, frequência de 1.485 MHz, 4 GB de memória GDDR5 e TDP de 75 W. A performance em operações de precisão única é de até 3 teraflops. Curiosamente, a versão para laptops traz 1.024 núcleos CUDA.

Nos Estados Unidos, a versão para desktops tem preço oficial de US$ 149. No Brasil, a GTX 1650 vai ser lançada com preço sugerido de R$ 929 por meio de marcas como Asus, EVGA e Zotac.

A versão para notebooks segue o Max-Q, padrão de design que facilita a implementação da GPU em laptops mais finos e leves.

GeForce GTX 1650 da Gigabyte

GeForce GTX 1650 da Gigabyte

Nvidia GeForce GTX 1660 Ti para notebooks

Também de arquitetura Turing, a GeForce GTX 1660 Ti para desktops foi apresentada em fevereiro. Segundo a Nvidia, a versão para notebooks consegue ter até quatro vezes mais desempenho em jogos e até 60% mais rapidez em aplicações gráficas do que laptops com cerca de quatro anos equipados com uma GeForce GTX 960M.

Em títulos como PUBG e Apex Legends, a Nvidia fala de desempenho na casa dos 100 frames por segundo em resolução 1080p.

Nas especificações, a GeForce GTX 1660 Ti traz 1.536 núcleos CUDA, frequência base de até 1.455 MHz e 6 GB de memória GDDR6. O design Max-Q também está presente aqui.

De acordo com a Nvidia, a GeForce GTX 1650 e a GTX 1660 Ti estarão presentes em notebooks para games com preço inicial em US$ 799.

Nvidia GeForce GTX 1650 — ficha técnica

  • 896 núcleos CUDA
  • Frequência de 1.485 MHz (1.665 MHz em boost)
  • Chip TU117-300 de 12 nanômetros
  • 4 GB de memória GDDR5
  • Interface de memória de 128 bits
  • Largura de banda de 128 GB/s (gigabytes por segundo)
  • TDP de 75 W

Nvidia GeForce GTX 1650 Mobile — ficha técnica

  • 1.024 núcleos CUDA
  • Frequência de 1.020 – 1.395 MHz (1.245 – 1.395 MHz em boost)
  • Chip TU117 de 12 nanômetros
  • 4 GB de memória GDDR5
  • Interface de memória de 128 bits
  • Largura de banda de 128 GB/s (gigabytes por segundo)
  • TDP de 35 – 50 W

Nvidia GeForce GTX 1660 Ti Mobile — ficha técnica

  • 1.536 núcleos CUDA
  • Frequência de 1.140 – 1.455 MHz (1.335 – 1.590 MHz em boost)
  • Chip TU116 de 12 nanômetros
  • 6 GB de memória GDDR6
  • Interface de memória de 192 bits
  • Largura de banda de 288 GB/s (gigabytes por segundo)
  • TDP de 60 – 80 W

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados