Opera 64 para desktops é lançado com bloqueador de rastreadores

Proteção contra rastreadores do Opera 64 pode funcionar em conjunto com o bloqueador de anúncios

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Opera 64 - bloqueador de rastreadores

A versão final do Opera 64 para desktops já está entre nós. A principal novidade do navegador é um bloqueador de rastreadores que, além de reforçar a privacidade do usuário, promete acelerar o carregamento de páginas web em até 20%.

O bloqueador de rastreamento atua em conjunto com o bloqueador de anúncios que os usuários do Opera já conhecem. Nenhum desses recursos vêm ativado por padrão após a instalação ou atualização do navegador, mas habilitá-los é fácil: basta ir ao menu Configuração Fácil (canto superior direito) e rolar a tela para encontrar essas opções.

De acordo com a Opera Software, o bloqueador de rastreadores do navegador utiliza como base a lista de proteção de rastreamento EasyPrivacy para determinar o que deve ser barrado. Essa lista já era usada no navegador, mas de modo vinculado ao bloqueador de anúncios.

Se o bloqueador identificar um script de rastreamento existente na lista, simplesmente irá impedir a sua execução. Esse recurso pode ser útil, por exemplo, para barrar recursos ocultos em sites que coletam os hábitos de navegação do usuário ou aqueles e-mails não autorizados que chegam a você após visita a uma loja online.

É possível que determinados sites deixem de funcionar adequadamente por conta do bloqueio de algum script, por isso, a Opera Software destaca que os bloqueadores podem ser ativados ou desativados apenas em páginas específicas. Basta acessar o ícone correspondente à direita da barra de endereços.Opera 64 - bloqueador de rastreadores

Como já informado, a companhia estima que o bloqueio de rastreadores pode deixar o carregamento de páginas até 20% mais rápido. Esse número aumenta para até 76% se o bloqueador de anúncios também for ativado.

Outras novidades incluem o aprimoramento da ferramenta para capturas de tela Instantâneo (Snapshot) — agora dá para salvar uma página diretamente em PDF, por exemplo. A Opera Software também faz questão de relembrar que a VPN embutida continua lá.

O Opera 64 pode ser baixado no site oficial.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados