PC Manager é a ferramenta da Microsoft para quem quer otimizar o Windows

Microsoft PC Manager remove arquivos temporários, mostra quais processos consomem mais RAM e permite configurar apps que iniciam junto com o sistema

Emerson Alecrim
Por
Microsoft PC Manager (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Microsoft PC Manager (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O PC Manager chegou à Microsoft Store e, com isso, se tornou a “ferramenta oficial” de otimização do Windows 10 ou 11. Isso porque o utilitário foi desenvolvido pela própria Microsoft. Com ele, é possível remover arquivos temporários, checar processos em uso, entre outras ações que favorecem o desempenho do sistema.

A primeira versão do PC Manager surgiu em 2022, fruto do trabalho da divisão chinesa da Microsoft. A ferramenta chama atenção porque o Windows sempre foi cercado de utilitários desenvolvidos por terceiros que prometem otimizar o sistema operacional, com o CCleaner provavelmente sendo o exemplo mais conhecido.

De outubro de 2022 até janeiro de 2024, o PC Manager recebeu atualizações, mas permaneceu em fase beta e era disponibilizado somente em alguns países. Agora, neste início de fevereiro, a ferramenta chegou oficialmente à Microsoft Store como um software final (pronto), como indica o Windows Latest.

O que o Microsoft PC Manager oferece?

O PC Manager oferece várias ferramentas de otimização do Windows. Os recursos principais são estes:

  • Health check: faz varredura para limpeza de arquivos temporários, cache de navegador, logs do sistema, entre outros. Também indica quais aplicativos iniciam junto com o sistema;
  • Process management: mostra quais são os processos ativos, a quantidade de memória RAM consumida por cada um, além um botão para finalizá-los;
  • Deep cleanup: faz uma varredura mais rigorosa no sistema em busca de arquivos que podem ser eliminados para liberar espaço de armazenamento;
  • Startup apps: permite ativar ou desativar aplicativos que iniciam junto com o sistema operacional;
  • PC boost: faz limpezas no sistema para liberar espaço em disco e memória RAM.

O Microsoft PC Manager realiza ainda procedimentos como acionar o antivírus do Windows, verificar atualizações no Windows Update e bloquear janelas pop-up em aplicativos.

Na área Toolbox, há atalhos para capturas de tela (screenshots), gravação de áudio, calculadora, Bloco de Notas, além de links que podem ser configurados por você.

Não há funções para edição ou ajustes do Registro do Windows, porém.

Microsoft PC Manager tem até uma área de atalhos rápidos (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Microsoft PC Manager tem até uma área de atalhos rápidos (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

O PC Manager vale a pena?

O Microsoft PC Manager vale a pena principalmente para quem tem um PC antigo ou com hardware modesto. A ferramenta não é capaz de melhorar substancialmente o desempenho do sistema operacional, mas pode atenuar gargalos que causam lentidões ou instabilidades.

Outro benefício do PC Manager é a leveza com a qual o aplicativo roda. Além disso, a sua interface é de fácil utilização, embora só esteja disponível em inglês e chinês no momento.

Disponível para Windows 10 e Windows 11

Gratuito, o PC Manager pode ser baixado na Microsoft Store. O utilitário é compatível com o Windows 10 e o Windows 11, incluindo as versões Arm do sistema operacional.

Com informações: Windows Latest

Receba mais sobre Windows na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados