Primeiro supercomputador com desempenho de até 2 exaflops é finalmente instalado

Aurora será usado por laboratório americano que atua em pesquisas na área energética, física, biológica e ambiental; supercomputador teve adiamentos durante a construção

Felipe Freitas
Por
Supercomputador Aurora pode alcançar desempenho de 2 exaflops (Imagem: Divulgação/Intel)

Demorou quase uma década, mas o supercomputador Aurora finalmente foi instalado. O equipamento, com desempenho teórico de até 2 exaflops, foi financiado pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos. Ele será usado pelo Laboratório Nacional de Argonne, localizado na cidade de Lemont.

Com o seu possível desempenho de até 2 exaflops, o Aurora pode passar o supercomputador Frontier na liderança da lista TOP500, que reúne os computadores mais potentes em HPC. O Frontier possui uma capacidade de computação de 1,1 exaflop, sendo o primeiro a bater essa marca nos testes em HPL.

Aurora utiliza equipamento Intel e sofreu atraso de 5 anos

O supercomputador Aurora utiliza processadores e placas de vídeo da Intel. São 21.248 CPUs Xeon Max e 63.744 GPUs Data Center Max. Na parte de memória, são 19.9 petabytes de memória RAM. A Aurora possui 220 PB de armazenamento.

Essas especificações serão usadas para que a Aurora entregue resultados extremamente precisos nas suas pesquisas. O laboratório Argonne, administrado pela Universidade de Chicago, usará toda esse desempenho para pesquisas nos campos da física, energia nuclear, meio ambiente e biologia. A Aurora entregará dados extremamente sinceros — veja só que bom será.

Supercomputador Aurora utiliza CPU e GPU Intel (Imagem: Divulgação/Intel)
Supercomputador Aurora utiliza CPU e GPU Intel (Imagem: Divulgação/Intel)

Anunciado em 2015, a instalação completa do supercomputador estava prevista para 2018. Porém, o contrato com a Intel teve que ser renegociado depois que a empresa descontinuou os CPUs que seriam usado para sua montagem.

No início, o supercomputador Aurora usaria os CPUs Xeon Phi e teria 180 petaflops de desempenho. A Intel descontinuou o processador e o laboratório teve que renegociar o contrato com a fabricante. Depois, houve um atraso na produção dos novos CPUs para se adequar a nó de fabricação da TSMC.

Novo HPC estará totalmente funcional no fim do ano

Mesmo com a instalação completa, o supercomputador Aurora ainda não está operando. Ele só começará a funcionar a partir do fim do ano, quando todos os seus testes serão finalizados.

Concidentemente, no mesmo período, a Nvidia lançará o seu primeiro supercomputador com desempenho superior a 1 exaflop. Só não chegará a tempo de ficar em segundo lugar no ranking do TOP500.

Com informações: AnandTech

Receba mais sobre EUA na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados