Intel diz que chips Lunar Lake reforçados para IA chegam no 3º trimestre

Processadores Intel Lunar Lake também prometem baixo consumo de energia e terão missão de evitar avanço da Qualcomm em PCs

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 3 semanas
Michelle Johnston Holthaus, da Intel, com um chip Lunar Lake (imagem: divulgação/Intel)
Michelle Johnston Holthaus, da Intel, com um chip Lunar Lake (imagem: divulgação/Intel)

A Microsoft anunciou o conceito Copilot+ PC, que aproxima a inteligência artificial (IA) ainda mais da plataforma Windows. De carona nesse movimento, a Intel revelou que os chips Lunar Lake serão lançados no terceiro trimestre de 2024. A companhia diz que, além de otimizados para IA, essas unidades consumirão pouca energia.

De olho na Qualcomm

Há uma boa razão para a Intel prometer esse lançamento agora, ainda que sem dar detalhes dos modelos que serão anunciados: o surgimento de notebooks com chips Qualcomm Snapdragon X Elite e Plus, que prometem alto desempenho, otimização de IA e consumo reduzido de energia.

Na prática, os novos chips da Qualcomm podem fazer a arquitetura Arm finalmente vingar em PCs. É claro que isso seria ruim para a Intel. Por isso, a companhia tratou de projetar a linha Lunar Lake de modo a não ficar para trás em nenhum dos mencionados quesitos.

Os testes independentes é que irão revelar se a Intel ou a Qualcomm levará a melhor nessa disputa. E ainda temos que considerar que a AMD também se prepara para participar dessa briga.

Mas a Intel fez promessas interessantes. Para começar, a companhia sinaliza que os chips Lunar Lake terão o menor padrão de consumo de energia já visto em processadores x86. Isso deve corresponder a 20% menos energia em relação os chips da Qualcomm ou 30% menos sobre o AMD Ryzen 7 7840U, aponta o Tom’s Hardware.

Depois, vem a capacidade de lidar com IA. A Intel afirma que os chips Lunar Lake terão NPUs (Unidades de Processamento Neural) com capacidade acima de 40 TOPS, que é a quantidade mínima estipulada pela Microsoft para um computador ser considerado um AI PC. Vale relembrar que um 1 TOPS consiste em 1 trilhão de operações por segundo.

A Intel destaca ainda que os chips Lunar Lake mais avançados serão equipados com uma GPU integrada capaz de lidar com 60 TOPS. A combinação de GPU e NPU nos novos processadores deve permitir um desempenho superior a 100 TOPS, portanto.

No quesito CPU, sabe-se que as unidades Lunar Lake terão núcleos de desempenho (P) baseados na microarquitetura Lion Cove, além de núcleos de eficiência energética (E) com microarquitetura Skymont. As quantidades de cada tipo de núcleo ainda não foram reveladas pela Intel, muito menos qual será o processo de fabricação.

Chip Lunar Lake (imagem: divulgação/Intel)
Chip Lunar Lake (imagem: divulgação/Intel)

Chips Lunar Lake chegam no terceiro trimestre

A companhia afirma que os chips Lunar Lake serão anunciados oficialmente no terceiro trimestre de 2024, quando então teremos mais detalhes sobre eles. Só não há ainda uma data precisa para isso.

De todo modo, é prudente que a Intel não atrase o lançamento dos prometidos processadores, afinal, os primeiros notebooks baseados em chips Snapdragon X Elite já foram anunciados com base no projeto Copilot+ PC.

Os novos chips Lunar Lake farão parte da 15ª geração de processadores Intel Core para notebooks.

Relacionados