Remini: quem está por trás do app que cria fotos de filhos com IA?

Nos últimos dias, aplicativo Remini viralizou com sua função de criar novas imagens com fotos dos usuários; você já se perguntou a origem do programa?

Felipe Freitas
Por
Remini se popularizou nos últimos dias com o seu uso por famosos, mas será que ele é confiável? (Imagem: Reprodução/Virginia)

O Remini, aplicativo de edição automática de imagens, é o “último hit dos últimos dias”. Famosos e anônimos estão usando o app para gerar imagens de filhos imaginários com auxílio da inteligência artificial, além de criar versões grávidas, musculosas ou “poses” em lugares diferentes. Mas qual é a origem do app e como ele lida com os dados dos usuários? Nós fomos atrás dessas respostas.

Antes de responder a pergunta, vamos rapidamente explicar como ele funciona. Assim como o Lensa e o ToonMe, o Remini pede que você suba suas fotos (entre oito ou 12). Depois disso, você pode escolher entre diversos modelos de imagens e criar a sua versão grávida, policial ou com o “seu bebê”, entre outras. O aplicativo é pago e possui duas modalidades de assinatura.

Fatos sobre o app Remini: “Made in” Itália e seguindo regras da União Europeia

Remini Destaque (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Remini permite gerar imagens em diferentes cenários usando suas selfies (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
  • As suas fotos ficam armazenadas por um curto período de tempo nos servidores da Bending Spoons. A empresa não chega a especificar esse tempo, apenas que os arquivos ficam armazenados pelo “tempo necessário para fornecer as funcionalidades da ferramenta” — como explica no site.
  • E se você não quer esperar esse tempo para que as imagens sejam apagadas, a opção é deletar a sua conta — o que também apaga todos os seus dados nos servidores da Bending Spoons.

“Nada de novo no front”

“Vão-se os anéis, ficam-se os dedos”, diz um ditado sobre algumas perdas da nossa vida. Mas aqui, neste contexto, o dito se refere ao fato de que sempre há algum aplicativo de recriar nossas imagens de um jeito diferente. Ontem foi o Lensa, o ToonMe. Hoje é o Remini. Amanhã, qual será?

Relacionados