Samsung anuncia tecnologia de 5 nanômetros para chips

Com nova tecnologia de 5 nm da Samsung, chips poderão consumir até 20% menos energia

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Processador Samsung

Em comunicado liberado nesta terça-feira (16), a Samsung declarou ter concluído o desenvolvimento do seu processo FinFET de fabricação de 5 nanômetros para chips. A tecnologia trará pelo menos duas vantagens: permitirá a produção de processadores fisicamente menores e que, ao mesmo tempo, serão mais eficientes no consumo de energia.

Grosso modo, o termo FinFET indica que os transistores são baseados em uma estrutura tridimensional. Com essa tecnologia, o chip consegue manter a sua eficiência mesmo com processos de fabricação cada vez mais reduzidos.

Para chegar aos 5 nanômetros, a Samsung recorreu à sua implementação da tecnologia Extreme Ultraviolet (EUV), um tipo de litografia baseado em um comprimento de onda muito curto e que, portanto, é ideal para chips bastante miniaturizados.

Diz a Samsung que, na comparação com a atual tecnologia de 7 nanômetros, o processo FinFET de 5 nanômetros poderá permitir que o chip seja até 25% menor e, além disso, consuma até 20% menos energia. Já o desempenho do chip poderá aumentar em até 10%.

O plano é o de que a produção em escala comercial de chips com a nova tecnologia tenha início em 2020. Amostras começarão a ser enviadas às empresas parceiras em breve. Atualmente, a Samsung trabalha com essas companhias para, ainda em 2019, viabilizar a produção de chips de 6 nanômetros.

A Samsung não está sozinha nesse segmento. A TSMC também anunciou recentemente a sua tecnologia de 5 nanômetros. Assim como a rival coreana, a expectativa é a de iniciar a produção em larga escala a partir de 2020.

Com informações: ZDNet.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados