SpaceX, de Elon Musk, recruta voluntários para testar internet da Starlink

SpaceX tem 540 satélites em órbita; Starlink promete fornecer internet de 1 Gb/s e baixa latência ainda em 2020

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos e 6 meses
Satélites Starlink (imagem: divulgação/SpaceX)
Pilha de 60 satélites Starlink em órbita acima da Terra

O site oficial da Starlink foi atualizado com uma newsletter que promete fornecer informações sobre um futuro teste beta. A SpaceX tem cerca de 540 satélites em órbita baixa da Terra que prometem fornecer internet de baixa latência ao mundo inteiro. A empresa, fundada por Elon Musk, planeja fazer o lançamento comercial nos EUA e Canadá ainda este ano; o serviço seria expandido para mais países em 2021.

“A Starlink foi projetada para fornecer internet banda larga de alta velocidade em locais onde o acesso não é confiável, caro ou completamente indisponível”, explica a SpaceX. “Espera-se que o teste beta privado comece no final deste verão [terceiro trimestre], seguido pelo teste público, começando em latitudes mais altas.”

Usuários que fornecerem o código postal (ZIP code) serão contatados por e-mail “se houver oportunidades de teste beta disponíveis em sua área”. É possível acessar o site oficial da Starlink neste link.

Starlink pode ter internet de 1 Gb/s e baixa latência

A SpaceX disse à FCC, agência americana equivalente à Anatel, que a Starlink começará a oferecer seus serviços comercialmente no norte dos EUA e no sul do Canadá ainda em 2020, “e então se expandirá rapidamente para uma cobertura quase global de áreas povoadas em 2021”.

De acordo com a SpaceX, o download chegará a velocidades de até 1 Gb/s. E Musk promete que a internet da Starlink vai rivalizar com serviços terrestres: em março, ele afirmou que a rede ” está mirando em latência abaixo de 20 milissegundos, então alguém poderia jogar um jogo de resposta rápida em nível competitivo”. No entanto, a FCC exige que a empresa prove esses níveis de latência para liberar financiamento do governo dos EUA.

A SpaceX é a maior operadora de satélites do mundo, com cerca de 540 unidades da Starlink em órbita; o oitavo lançamento espacial ocorreu no último final de semana. Gwynne Shotwell, presidente e diretora de operações da SpaceX, promete lançar o serviço “de forma mais pública” após o 14º lançamento, com cerca de 840 satélites.

Musk espera que os primeiros testes beta públicos comecem por volta de outubro.

Com informações: PCMag, Business Insider.

Relacionados