Spotify demitirá mais de 1.500 funcionários em terceiro layoff do ano

CEO da empresa, Daniel Ek, divulgou decisão em email enviado para os funcionários; economia lenta e aumento de custos são razões do novo layoff

Felipe Freitas
Por
Spotify
Spotify comunicou nova rodada de demissão nesta segunda-feira (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Spotify realizará mais uma demissão em massa neste ano — a terceira de 2023. Daniel Ek, CEO e fundador do serviço de streaming, divulgou o novo layoff nesta segunda-feira (4) em um email enviado para os seus funcionários e depois publicado no site do Spotify. É esperado que mais de 1.500 empregados sejam demitidos.

No comunicado, Ek revela que 17% dos funcionários serão desligados, até terça-feira, nesta leva de demissões. Podemos identificar o tempo dessa medida por uma parte do texto. O CEO do Spotify explica que o RH realizará reuniões com os empregados afetados até o fim do próximo dia.

Spotify alega economia lenta e aumento de custos

Aplicativo do Spotify (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Mesmo com resultado positivo no último trimestre, Spotify realiza terceira demissão em massa no ano (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Entre os motivos apresentados por Daniel Ek para a nova leva de demissões está um cenário de econômico mais lento e aumento dos custos — o que explica o aumento de preços nos planos. No comunicado, o CEO reconhece que um layoff de 17% após a divulgação do resultado positivo no último trimestre é uma surpresa.

Ek explica também as métricas mostram uma maior produtividade, mas que a empresa está menos eficiente. “Hoje ainda temos muitas pessoas se dedicando a suporte ao trabalho e até ajustando seus trabalhos ao invés de estar contribuindo com oportunidade de real impacto”, diz o CEO no comunicado.

Em janeiro, o Spotify demitiu 600 funcionários. Em junho, o streaming realizou um corte de 200 empregados na divisão de podcasts. Agora, com a nova leva de demissão, o quadro de funcionários sai de 9.241 (dados divulgados no último resultado trimestral) para pouco mais de 7.700.

O Tecnoblog entrou em contato com o Spotify para saber se o layoff afetará o quadro de funcionários no Brasil. A empresa não respondeu a nossa pergunta.

Com informações: The Verge

Receba mais sobre Spotify na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados