Twitter pode permitir que assinantes do Blue escondam selo de verificado

Leaker encontrou nova funcionalidade escondida em código do aplicativo do Twitter; assinantes do Blue terão configuração para gerenciar recursos de verificação

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 6 meses
Twitter
Twitter (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Depois do “tira Twitter Blue, bota Twitter Blue” ao liberar o recurso globalmente, vem “tira selo de verificação, bota selo de verificação”. O desenvolvedor Alessandro Paluzzi descobriu que o Twitter possui uma funcionalidade em teste para esconder a verificação do Twitter Blue. A opção faz parte de uma configuração relacionada a autenticação da conta.

Alessandro Paluzzi, que atende no Twitter por @alex193a, é conhecido pelos seus vazamentos de engenharia reversa, vasculhando a fundo os códigos de aplicativos. Mesmo que Paluzzi tenha um histórico maior de “mineração de códigos” no Instagram, essa descoberta merece atenção.  

Assinantes do Twitter Blue podem esconder o selo de verificado

Na sua publicação, @Alex193a divulgou que uma opção da configuração “Verificação” (perdão pelo eco) permite que o selo azul seja ocultado. Na mesma página está o recurso de verificar a identidade do dono da conta.  A ferramenta de ocultar o selo pode ser estranha, mas faz sentido já que há usuários que assinam o Twitter Blue pelos outros recursos — mesmo que eles nem sejam tão bons assim.

Alguns dos recursos do Twitter Blue são: editar tweets, upload de vídeos de até 1080p e tweets de até 4.000 caracteres (logo Elon Musk recria um Medium para o Twitter).

Twitter deve permitir que usuários ocultem selo de verificação (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Twitter deve permitir que usuários ocultem selo de verificação (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Logo que o anúncio do selo de verificação “pago” surgiu, junto com o preço da assinatura do Blue, começaram a surgir algumas piadas e “pré-bullying” sobre a feature. Para algumas pessoas, assinar o serviço para receber o selo era uma atitude de carência, além de soar que a pessoa quer se sentir celebridade.

Outro motivo para esconder o verificado do Twitter Blue é evitar confusões quando você é homônimo de um famoso. Ter um nome parecido ou uma arroba similar pode causar confusão com algum tweet.

Em uma rede social regularmente usada como diário, há sempre o risco de alguém com nome de famoso se expor demais e confundir outras pessoas — juro, na minha primeira conta no Twitter, me confundiram com o Felipe Massa por causa de um “M” do meu nome de usuário.

E claro, se você é dinossauro da internet ou viveu os primórdios do Twitter no Brasil, deve lembrar do caso da Sarney. A americana Sarah Law Wu usa a @sarney na rede social, inspirada em um apelido de infância. Ela já leu muitos xingamentos em português direcionado ao ex-presidente José Sarney.

Sarney Twitter (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Nos anos 2010, a americana Sarah Law Wu ficou famosa no Brasil por ser confundida com o ex-presidente José Sarney (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Selo de verificação legado será encerrado no dia 1º de abril

Uma das contas oficiais do Twitter divulgou que o selo de verificação legado será encerrado no dia 1º de abril. Este selo era usado para separar os assinantes do Twitter Blue dos usuários que receberam a verificação antes de Elon Musk comprar o Twitter. Celebridades, influencers e outras pessoas públicas terão que assinar o Blue para continuar com o selo.

Com informações: Engadget

Receba mais sobre Twitter na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados