Vídeo viral com Fleetwood Mac no TikTok é vendido como NFT por US$ 500 mil

Nathan Apodaca viralizou no TikTok andando de skate ao som de Fleetwood Mac e agora vende vídeo como NFT por US$ 500 mil

Bruno Ignacio
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Nathan Apodaca andando de skate ao som de "Dreams", de Fleetwood Mac (Imagem: Reprodução/TikTok)
Nathan Apodaca andando de skate ao som de "Dreams", de Fleetwood Mac (Imagem: Reprodução/TikTok)

Um dos principais vídeos virais no TikTok em 2020 agora está sendo vendido como um NFT, ou token não fungível. Nathan Apodaca, ou @420doggface208 na rede social, publicou em setembro do ano passado um curto clipe no qual ele anda de skate ao som da música de 1977 “Dreams”, de Fleetwood Mac. Incrivelmente, sua publicação se tornou extremamente popular no mundo todo e agora está a leilão sob o lance inicial de US$ 500 mil.

O TikTok está criando memes e fazendo muita gente famosa. Apodaca se tornou um usuário muito popular em todo o mundo com um simples vídeo de 23 segundos. Agora, ele viu a oportunidade de leiloar o arquivo original e fazer uma pequena fortuna.

@420doggface208

♬ Dreams (2004 Remaster) – Fleetwood Mac

O vídeo viral superou os 12 milhões de likes no TikTok e foi reproduzido e regravado inúmeras vezes por milhares de usuários na rede social. Apodaca até mesmo apareceu durante o evento de posse de Joe Biden como novo presidente dos Estados Unidos.

A sensação do TikTok firmou uma parceria com a empresa CryptoCake, de mídia criptografada, para registrar e vender seu vídeo original como um NFT através do marketplace de tokens não fungíveis Rarible. O leilão começará nesta sexta-feira (19).

NFT incluirá vídeo, mas não música “Dreams”

O TikTok possui acordos para permitir que um vasto catálogo de músicas possa ser utilizado por seus usuários para a criação de vídeos curtos sem infringir direitos autorais. Por exemplo, em setembro de 2020 a rede social chinesa concluiu uma negociação com a Sony Music Entertainment para que a plataforma pudesse oferecer produções de artistas vinculados à gravadora.

Porém, a partir do momento que um usuário, como Apodaca, pega o arquivo individual de seu vídeo e o coloca a venda como NFT, os direitos autorais da música que ele aplicou no TikTok não se estendem à sua gravação original. Portanto, o token que será leiloado nesta sexta-feira por pelo menos US$ 500 mil não contará com “Dreams”, de Fleetwood Mac. Pelos mesmos motivos, o logo da marca de suco “Ocean Spray” que ele bebe enquanto anda de skate também será borrado.

Até mesmo tuítes viram NFTs

A febre dos tokens não fungíveis não atingiu somente os mercados de arte digital e da música. Até mesmo tuítes estão sendo transformados em tokens e vendidos. O próprio CEO do Twitter, Jack Dorsey, registrou a primeira publicação da rede social como um NFT e o colocou a leilão. O maior lance foi de US$ 2,5 milhões.

Enquanto isso, uma conta chamada Tokenized Tweets passou a registrar como NFT qualquer tuíte na rede social para qualquer um que solicitar. Para isso, basta marcar @tokenizedtweets na publicação desejada, seguido pelo endereço de carteira digital para a qual o token deve ser enviado e o misterioso usuário o fará para você. Até o momento, já foram mais de 165 mil ativos digitais criados dessa maneira.

Com informações: TMZ

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Ignacio

Bruno Ignacio

Ex-autor

Bruno Ignacio é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cobre tecnologia desde 2018 e se especializou na cobertura de criptomoedas e blockchain, após fazer um curso no MIT sobre o assunto. Passou pelo jornal japonês The Asahi Shimbun, onde cobriu política, economia e grandes eventos na América Latina. No Tecnoblog, foi autor entre 2021 e 2022. Já escreveu para o Portal do Bitcoin e nas horas vagas está maratonando Star Wars ou jogando Genshin Impact.

Canal Exclusivo

Relacionados