Vivo quer construir rede neutra para expandir internet por fibra

Com rede neutra, Vivo terá infraestrutura de fibra óptica compartilhada com concorrentes

Lucas Braga
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Operadoras querem remuneração de big techs por uso da rede

Além de divulgar os resultados financeiros do segundo trimestre, a Vivo anunciou por meio de um fato relevante que “avalia a possibilidade” de constituir uma unidade independente para construção e oferta de uma rede neutra de fibra óptica. A operadora busca a participação de parceiros e investidores no capital social com objetivo de acelerar a expansão de fibra óptica Vivo Fibra para novas cidades.

Uma rede neutra é interessante por permitir vários competidores utilizando a mesma infraestrutura. Isso traria mais concorrência para o consumidor e diminuiria o investimento para as operadoras, uma vez que o custo da rede de acesso seria dividido entre os sócios. Diferente de outras tecnologias como cabo e xDSL, a rede de fibra traz maior capacidade de tráfego de dados e maior facilidade para escalar o serviço caso haja aumento na demanda.

Na teleconferência de divulgação dos resultados, o CEO da operadora, Christian Gebara, afirma que a Vivo quer utilizar o modelo de rede neutra em cidades de médio porte, com construção de cobertura de fibra para 1,1 milhão de casas no próximo ano, atingindo 5 milhões de domicílios nos próximos quatro anos. A companhia irá continuar com rede exclusiva nos locais estratégicos para a empresa.

TIM e Oi querem construir rede neutra de fibra óptica

Outras concorrentes também enxergam o modelo de rede neutra como solução para expansão de fibra óptica: na reestruturação organizacional, a Oi anunciou a criação da InfraCo, uma unidade produtiva isolada designada para cuidar da nova rede. A empresa quer vender entre 25% a 51% do capital econômico da companhia, ajudando a construir a infraestrutura e dividir a ocupação da rede.

Além de Oi e Vivo, a TIM também anunciou que busca parceiros para expansão da rede neutra de fibra óptica. A companhia quer aumentar a presença no segmento fixo com o serviço de banda larga TIM Live.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Canal Exclusivo

Relacionados