WhatsApp lança conversas por voz e fica mais parecido com Discord

Diferentemente de uma chamada de voz, participantes não precisam atender ligação, apenas entrar na conversa quando quiserem

Giovanni Santa Rosa
Por
Logotipo do WhatsApp
Conversas de voz chegam ao WhatsApp (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Meta anunciou nesta segunda-feira (13) que o WhatsApp terá conversas por voz para grandes grupos. O recurso é diferente de uma chamada por voz. Ele funciona como se fosse um canal de voz do Discord: até 32 participantes podem entrar na sala a qualquer momento e conversar, sem precisar ligar para os outros membros do grupo. Slack e Telegram também têm ferramentas do tipo.

Segundo a Meta, o recurso será disponibilizado nas próximas semanas para Android e iPhone (iOS). Grupos com 33 ou mais membros receberão o recurso primeiro.

Imagem de divulgação com duas telas do recurso de conversas por voz do WhatsApp
Conversas por voz (Imagem: Divulgação/WhatsApp)

Como o WhatsApp tem suporte a chamadas de voz com até 32 pessoas, parece que a prioridade é dar uma opção para chamadas do tipo a grupos mais numerosos. A empresa também enfatiza que as conversas contam com criptografia de ponta a ponta.

As conversas por voz do WhatsApp (chamadas “voice chats” em inglês) prometem ser menos invasivas que as chamadas em grupo. Para começar uma conversa, basta tocar no ícone de onda sonora, que fica na barra superior da tela do grupo (se seu grupo já tiver o recurso, claro). Os celulares dos outros membros não tocam; eles recebem apenas uma notificação push.

Ao entrar na conversa, os controles ficam no topo da tela do app, e dá para silenciar o microfone ou sair do chat facilmente. A conversa por texto continua disponível, e é fácil mandar mensagens no grupo, sem precisar navegar pelo app.

WhatsApp quer ser um mensageiro completo

A novidade não chega a ser uma surpresa para quem acompanha as notícias sobre o WhatsApp. As conversas por voz começaram a ser testadas em março de 2023. Em agosto de 2023, participantes do programa Beta do app para Android tiveram acesso ao recurso.

Aos poucos, o WhatsApp vai tentando se tornar um app mais completo, seguindo os passos de concorrentes de diversas áreas, como Telegram, Discord e Microsoft Teams, para citar alguns.

Nos últimos anos, ele ganhou chamadas de vídeo para até oito participantes no desktop, compartilhamento de tela, Comunidades e Canais.

Com informações: WhatsApp, TechCrunch e The Verge

Receba mais sobre WhatsApp na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados