Windows terá “borracha” com IA para apagar objetos e pessoas em fotos

Generative Erase está sendo liberado para participantes do programa Insiders. Windows 11 e Windows 10 receberão a ferramenta.

Giovanni Santa Rosa
Por
Imagem de cachorro na praia com uma ferramenta de seleção "pintando" a área da guia da coleira
Ferramenta do Windows funciona como um pincel, que identifica e apaga elementos da foto (Imagem: Reprodução/Microsoft)

A Microsoft terá uma ferramenta para apagar objetos e pessoas em fotografias usando IA. O recurso se chama Generative Erase (“apagamento generativo”, em tradução livre) e vai funcionar no app Fotos do Windows 11 e também do Windows 10.

No blog post para anunciar o recurso, a Microsoft incluiu um GIF de demonstração. Nele, a foto de um cachorro na praia é editada para remover a guia da coleira e pessoas que estavam no fundo da imagem. No fim, parece que o bichinho ficou quietinho, olhando para a câmera em uma praia deserta.

GIF que mostra ferramenta do Windows apagando guia de coleira da foto de um cachorro
Com alguns cliques, a guia da coleira some. Também dá para remover as pessoas do fundo da foto. (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Para remover um elemento, é preciso ativar a ferramenta, que fica no app Fotos, do Windows, e selecionar os objetos, como se você estivesse usando um pincel. É possível ajustar o tamanho do traço para conseguir uma precisão melhor. Após selecionar, o Generative Erase “entende” o que é para apagar.

A novidade está sendo distribuídas aos poucos para participantes do programa Windows Insider. Isso inclui todos os canais, até mesmo o Release Preview Channel, a mais estável entre as opções. A ferramenta estará disponível no Windows 11, no Windows 11 para Arm64 e no Windows 10.

Foto de cachorro na praia. É a mesma foto que estava sendo editada. Agora, o cachorro não tem mais uma guia presa à coleira, e as pessoas do fundo foram removidas.
Resultado da edição, sem guia na coleira, nem pessoas ao fundo (Imagem: Reprodução/Microsoft)

A Microsoft aproveitou para liberar para a versão Arm64 do Windows 11 e para o Windows 10 outras ferramentas de edição de imagem com IA que anteriormente estavam disponíveis só para o Windows 11. Entre elas, estão borrar, remover e substituir fundo.

Google e Samsung têm ferramentas parecidas

O “generativo” do nome se refere à inteligência artificial generativa, tecnologia que conquistou os holofotes nos últimos anos e vem sendo adotada pela Microsoft (e pelas concorrentes) em vários de seus produtos, como o Windows, o Bing e o Edge, para mencioar alguns.

As outras empresas, aliás, também estão usando a IA generativa para edição de fotos. O Google tem o Magic Eraser e o Magic Editor, para apagar ou reposicionar objetos em imagens. A Samsung também colocou recursos parecidos no Galaxy S24.

Com informações: Microsoft, The Verge

Receba mais sobre Generative Erase na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados