YouTube Music agora tem playlists criadas por artistas

Grupo sul-coreano de k-pop BTS já oferece playlists montadas por seus integrantes no YouTube Music

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
YouTube Music - playlist BTS

No atual estágio, o YouTube Music fica atrás de seus rivais no que diz respeito a funcionalidades, mas o serviço vem sendo incrementado aos poucos. A mais recente novidade são as playlists montadas por artistas: ao procurar por uma banda, por exemplo, o usuário poderá encontrar listas de reprodução selecionadas pelos integrantes do grupo.

Note que essas playlists não correspondem às obras de cada artista, mas a listas montadas por eles. É uma forma de dizer “ei, é isso o que estamos ouvindo e recomendando”.

Um recurso como esse pode parecer pouco importante, mas a verdade é que as playlists de artistas influenciam em um aspecto fundamental para um segmento tão concorrido: o engajamento de usuários, tanto com a plataforma quanto com os próprios artistas. Isso explica o fato de o Spotify, por exemplo, também contar com listas de reprodução geradas por artistas.

Tudo o que o usuário do YouTube Music precisa fazer é visitar a seção do artista no serviço e rolar a tela até encontrar a área que mostra a playlist de cada integrante — obviamente, é necessário que o artista (ou alguém da sua equipe) tenha gerado e disponibilizado essa lista. Funciona tanto nos aplicativos quanto na versão web da plataforma.

Talvez pelo fato de o recurso ser novo, a adesão de artistas às playlists do YouTube Music ainda é tímida, quase inexistente. Mas o serviço já conta com uma adesão importante: via Twitter, os sul-coreanos do grupo de k-pop BTS fizeram questão de divulgar a disponibilização das playlists de cada membro na plataforma.

Com informações: Android Police.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados