Como tirar água do alto-falante do celular usando aplicativos

Saiba como tirar água do alto-falante do celular usando aplicativos; é possível remover ruídos e abafamentos causados pelo líquido

Wagner Pedro
Por

A certificação IP67/IP68 garante resistência à água, mas se o seu celular não traz essa tecnologia e, por algum descuido, caiu na piscina ou tomou uma chuva forte, por exemplo, o alto-falante pode apresentar ruídos e outros problemas, mesmo que você tenha conseguido salvar o aparelho do pior. Felizmente, é possível tirar resquícios de água da saída de som usando aplicativos. Abaixo, vou te mostrar como fazer isso.

Celular com respingos de água (Imagem: Aniket Bhattacharya/Unsplash)
Celular com respingos de água (Imagem: Aniket Bhattacharya/Unsplash)

Time needed: 2 minutes.

O aplicativo se chama “Speaker Cleaner” e está disponível gratuitamente na Play Store. Ele funciona emitindo uma frequência sonora que provoca uma vibração interna e expulsa vestígios de água, eliminando ruídos e abafamentos causados pelo líquido.

Antes de iniciar o procedimento, recomendo que posicione o aparelho com o alto-falante virado para baixo e mantenha o volume no máximo.

Acompanhe as seguintes instruções para saber como tirar água da saída de som do seu celular:

  1. Selecione o alto-falante:

    Com o aplicativo aberto, toque na “chavinha” posicionada no meio para escolher qual alto-falante vai emitir o som — mantendo-a na esquerda é o principal e na direita o dedicado a chamadas;

  2. Escolha o modo:

    O aplicativo entrega dois modos: automático e manual. O primeiro é o padrão, mas caso queira escolher a frequência, arraste para a direita e ajuste a barrinha;

  3. Inicie a limpeza:

    Selecione “Mode 1” ou “Mode 2” e toque em “Start Cleaning” — o aplicativo vai começar a emitir a frequência e exibir uma porcentagem para conclusão do processo.

O que fazer quando o celular cai na água?

É importante ressaltar que o aplicativo sozinho não faz milagre. Em situações como essa, a primeira recomendação é desligar o celular o mais rápido possível, deixando-o em um ambiente arejado por um período entre 12 e 24 horas.

Para aumentar as chances de recuperação, você pode manter o aparelho dentro de um pote com arroz de 24 a 72 horas. Os grãos secos conseguem absorver a umidade e, consequentemente, ajudam a remover a água. Outros materiais também são bem-vindos, como pacotes de sílica gel e farinha de aveia.

Não é aconselhado o uso de secadores de cabelo ou a exposição prologada ao Sol. O calor excessivo pode comprometer a bateria do smartphone, acelerar reações de oxidação na parte interna ou até mesmo trincar a tela.

Wagner Pedro

Ex-autor

Wagner Pedro é um paraibano “arretado” apaixonado por smartphones e cobre tecnologia desde 2017. Autodidata desde a época dos PCs de tubo, internet discada e Windows XP, buscou conhecimento em pequenos cursos de Informática e uniu essa paixão ao jornalismo. Ainda sente falta do extinto Windows Phone.

Relacionados

Relacionados